Divulgação

O número de casos de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus em Laguna aumentou nesta sexta-feira, 5. De acordo com a prefeitura, dois moradores testaram positivo para a Covid-19, doença causada pelo vírus.

Segundo o município, os pacientes são uma mulher, 46 anos, moradora do Magalhães, e um homem, 53, do Centro. Em menos de uma semana, nove casos, incluindo os de hoje, foram confirmados no município.

Ao todo são 26 casos confirmados, sendo que 17 estão curados da doença. 9 casos suspeitos receberam resultados negativos para a doença e 16 pessoas moradores da cidade aguardam resultado das amostras coletadas.

Mais cedo, o prefeito Mauro Candemil (MDB) expressou preocupação com o crescimento veloz da doença no município. A prefeitura chegou a publicar artes em redes sociais dizendo que a cidade estava “em alerta”.

Santa Catarina

Os dados divulgados hoje pelo governo de Santa Catarina mostram que o estado tem 10.846 pacientes com teste positivo para coronavírus. 6.720 estão recuperados e 3.967 continuam em acompanhamento.

O coronavírus já causou 159 óbitos no estado desde o início da pandemia. Esses números colocam a taxa de letalidade em 1,47%. As mortes mais recentes são de uma mulher de 95 anos, moradora de Navegantes, e dois homens, residentes em São Bento do Sul (90 anos) e Navegantes (48). A mulher tinha registro de comorbidades e os homens não, mas o de São Bento do Sul fazia parte de grupo de risco em razão da idade.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Santa Catarina é de 59,4%. Isso significa que, dos 1.316 leitos existentes no estado, 534 estão livres e 782 estão ocupados, sendo 140 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus.

Brasil

Nesta sexta-feira, 5, os dados mais atualizados indicam que ocorreram 34.625 mortes provocadas pela Covid-19 e há 630.708 casos confirmados da doença em todo o país. No dia anterior, o Brasil passou a Itália em número de mortes e atualmente é o 3º país com mais vítimas do coronavírus no mundo.

Divulgação/PML