Foto: Andreia Noal/CulturAnita
 

As movimentações para a realização da nova edição da Tomada de Laguna já foram iniciadas. O Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) fez, nesta quinta-feira, 18, a apresentação pública do plano de captação de recursos, que será feito através da Lei Rouanet. A peça remonta os episódios épicos de 1839, da República Catarinense.

A reunião contou com a presença de representantes da prefeitura e do meio empresarial e aconteceu seguindo todas as normas sanitárias referentes à prevenção do coronavírus. O encontro, que teve restrição de público por causa da pandemia, foi transmitido pela internet através da página do instituto – e retransmitida pelo Agora Laguna –, com mais de 3 mil visualizações.

Segundo o CulturAnita informou, a transmissão foi acompanhada pelas autoridades italianas e uruguaias envolvidas no projeto do Bicentenário de Anita Garibaldi, que será comemorado em 2021. Entre os espectadores na Itália, estavam o historiador Andrea Antonioli (diretor do museu italiano Renzi) e professora Annita Garibaldi, bisneta da heroína catarinense, que estiveram em Laguna recentemente.

live trouxe uma retrospectiva da peça e destacou a importância de sua realização. Para a diretoria do CulturAnita, as intenções com o encontro foram alcançadas. “Recebemos muitas manifestações positivas do público e das grandes empresas, que demonstram interesse em apoiar o nosso projeto, que vêm para trazer um pouco mais de ânimo às pessoas”, comemora Adílcio Cadorin.

O diretor do CulturAnita e autor do texto original do espetáculo contou que o instituto já recebeu sinalização de algumas empresas interessadas em apoiar o evento através da Lei Rouanet. Entre as possíveis patrocinadoras estão: a fabricante de bebidas Coca-Cola, a montadora Volvo, a Eletrosul e a rede de lojas de departamento Havan, de Santa Catarina.

A entidade também informou que vai apresentar nos próximos dias uma minuta de convênio a ser celebrado entre prefeitura e instituto para apoio oficial ao espetáculo. “Esse importante espetáculo vai dar à Laguna grande relevância nacional e mundial. Quero deixar aqui firmado que a prefeitura estará irmanada nesse projeto que quer resgatar a história de nossa grande heroína”, disse Candemil (MDB).

O presidente da Acil, Pedro David falou em nome do empresariado local e disse que a classe irá dar o apoio necessário. “É um prazer para a classe empresarial dar todo o apoio à iniciativa. Torcemos para que dê certo já que a cidade precisa de eventos e para nós, sem dúvida, o que estiver a nosso alcance, iremos fazer. Somos parceiros do projeto”, comentou o empresário, que lembrou ter participado de algumas encenações da Tomada.

Projeto prevê cinco apresentações

O projeto do CulturAnita visa conseguir apoio de grandes empresas para que destinem até 4% do valor que pagarão a título de imposto de renda, para custear a produção e apresentação da nova versão da peça, que foi idealizada inicialmente pelo instituto em 1999. A captação aprovada pelo governo federal permite obter o recurso de até R$ 2.235.972,96, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.

A entidade programou a montagem de cinco apresentações da peça que já foi uma das principais responsáveis por movimentar o turismo na baixa temporada em Laguna. Em 2021, será comemorado internacionalmente o bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi.

A ideia é apresentar a encenação durante os últimos dois finais de semana de julho de 2021, no mesmo local onde aconteceu o evento histórico em 1839. Realizada a céu aberto, a peça montada pelo CulturAnita é a única do gênero apresentada no Brasil e deve contar com a participação de mais de 400 atores, dezenas de cavaleiros, navios e muitos efeitos especiais.