Reprodução

A obra do prédio do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) do bairro Progresso tem mais um prazo para ser entregue: 26 de junho. A nova previsão foi informada à Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) pela empresa responsável pela obra, que justificou o atraso como decorrentes de novos furtos registrados no local da construção.

De acordo com a assessoria da SIE-SC, a pasta “está tomando as medidas administrativas junto à empresa”. A previsão anterior era ter entregue a obra para fiscalização final na última sexta-feira, 12.

A construtura vem tentando realizar há semanas a reposição dos itens furtados. No caso mais recente, registrado em boletim de ocorrência no dia 9 de junho, a Polícia Militar foi chamada por um representante da empresa que constatou mais um ataque criminoso na edificação em obras.

Da edificação, foram furtadas três portas de madeira, um tanque de lavar roupa, 25 metros de fios de energia, 60 metros de barra de cobre do ar condicionado, uma fechadura de porta e dois vasos sanitários.

Após a reposição e conclusão das obras, será marcada uma data oficial para a entrega do prédio à prefeitura municipal, que ficará responsável pelo órgão em Laguna. Uma cerimônia formal em inauguração, porém, não deve ocorrer em virtude da pandemia do novo coronavírus, que proíbe a realização de eventos com presença de público.

A obra

Orçada inicialmente em R$ 357.090,77, após aditivos, a obra custou aos cofres públicos o total de R$ 413.993,70. A construção foi idealizada pelo Estado, com contrapartida da prefeitura municipal. O prédio está localizado em uma parte desmembrada do terreno do extinto Centro Social Urbano, demolido em janeiro.

A construção foi iniciada no segundo semestre de 2018 e deveria ter sido entregue inicialmente em setembro do mesmo ano. Depois, o prazo foi estendido para fevereiro de 2019. Ações criminosas impediram a conclusão dos trabalhos.

O Creas atende famílias ou indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos como violência física, psicológica, sexual e cumprimento de medidas socioeducativas.


Atualizada em 22/06/2020, às 9h35, após a SIE-SC ter corrigido a data de entrega, que, por equívoco da secretaria, foi informada originalmente como sendo em 20 de junho, quando o correto seria 26 de junho.