Foto: Hector Candemil/PML

As forças de segurança de Laguna já estão nas ruas verificando o cumprimento do decreto municipal que restringiu o funcionamento de serviços e determinou outras normas de restrição social na cidade. As medidas, que passaram a valer nesta sexta-feira, 26, são para tentar frear o avanço do novo coronavírus. O município tem 42 casos confirmados (29 curados e 12 ativos) e registrou hoje a primeira morte.

Bares, restaurante e lanchonetes são fiscalizados, assim como outros itens do decreto estão sendo observados. Entre os pontos publicados, a prefeitura adotou como medida a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção em ambientes públicos e privados, podendo aplicar multa se houver descumprimento.

O valor é de aproximadamente R$ 522 (meio salário mínimo) para pessoas e de R$ 1.045 (salário mínimo integral) para os estabelecimentos, que também correm o risco de fechamento se desobedecerem os dispositivos. A força tarefa de fiscalização inclui Vigilância Sanitária, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros Militar e as polícias Militar e Civil.

Medidas adotadas

O comércio funcionará em horário normal de segunda à sexta, abre até 12h30 aos sábados e domingos e feriados fica fechado. A realização de horário especial (Sábado Legal, em Laguna) está proibida. Shoppings, galerias e centros comerciais abrem de segunda a sábado, das 12h às 20h; aos domingos, das 14h às 20h e fecham nos feriados.

Locais com praças de alimentação têm atendimento normal (exceto rodízios) até 18h. A partir desse horário e até 20h, estão proibidos bufê e qualquer espécie de autoatendimento. Após as 20h, fica liberado somente tele-entrega, incluindo finais de semana.

Os restaurantes seguem a mesma linha, porém o horário de proibição de bufê ou autoatendimento vai das 18h às 22h. Após esse horário, somente tele-entrega e retirada no balcão, incluindo finais de semana. Em estabelecimento que tenham serviços de retirada no balcão, fica proibido o consumo de qualquer gênero alimentício, inclusive bebidas, no local.

Já as lanchonetes abrem normalmente até as 18h e depois funcionam apenas com tele-entrega e retirada no balcão, sem poder permitir consumo no local. Ambulante e food-trucks vão trabalhar somente com tele-entrega e retirada no balcão. Fica vedado o consumo de qualquer gênero alimentício, inclusive bebidas, no local.

Os bares também foram atingidos pelo decreto. De segunda a sexta-feira, atendem normal até 18h e após, só tele-entrega ou retirada no balcão. Fica vedado o consumo de qualquer gênero alimentício, inclusive bebidas, no local. Aos finais de semana e feriados é permitido apenas tele-entrega ou retirada no balcão. Fica vedado o consumo de qualquer gênero alimentício, inclusive bebidas, no local.

Estão proibidos os eventos públicos e privados, e a realização de apresentações musicais ao vivo, mesmo que seja com apenas um artista, como havia sido permitido semanas atrás pela prefeitura de Laguna.

Locais como parques, praças e clubes sociais podem operar apenas o serviço de restaurantes e academias, conforme protocolos preestabelecidos. Também está vedada a permanência de pessoas na faixa de areia e as práticas esportivas em praias e lagoas, a exceção é apenas para a pesca profissional.

A realização de velórios deve obedecer ao limite máximo de seis horas de duração, com permanência limitada nas áreas internas das funerárias a dez pessoas. As funerárias permanecerão fechadas entre 0h e 6h. Já os sepultamentos vão ocorrer até 17h30.

Também estão proibidas as academias ao ar livre e atividades esportivas coletivas amadoras. A prática profissional foi liberada desde que a equipe tenha competições agendadas e siga protocolos sanitários.