Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Prevista para ter sido entregue no último dia 29 de maio, a obra do prédio do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) do bairro Progresso deve ser concluída na próxima sexta-feira, 12. A data prevista foi informada ao Portal Agora Laguna pelo governo do Estado.

Orçada inicialmente em R$ 357.090,77, após aditivos, a obra custou aos cofres públicos o total de R$ 413.993,70. A construção foi idealizada pelo Estado, com contrapartida da prefeitura municipal. O prédio está localizado em uma parte desmembrada do terreno do extinto Centro Social Urbano, demolido em janeiro.

A construção foi iniciada no segundo semestre de 2018 e deveria ter sido entregue inicialmente em setembro do mesmo ano. Depois, o prazo foi estendido para fevereiro de 2019. Ações criminosas impediram a conclusão dos trabalhos. Recentemente, diversos furtos voltaram a ocorrer no local.

O atraso foi motivado pela reposição dos itens furtados que ainda não foi concluída. A justificativa para a demora, segundo a Superintendência de Obras Civis e Hidráulicas da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, foi que houve atraso na entrega de alguns materiais, por conta da pandemia do coronavírus.

Em maio, a Casa Civil do governo catarinense, disse que a restituição “será feita pela empresa contratada, pois a obra está sob sua responsabilidade”. Após a conclusão desse proceso, a Secretaria de Estado da Infraestrutura fará uma medição final da obra para entregar o termo provisório. Enquanto isso, segundo o governo, a obra é de responsabilidade total da empresa.

Depois da vistoria, será marcada uma data oficial para a entrega do prédio à prefeitura municipal, que ficará responsável pelo órgão em Laguna. Uma cerimônia formal em inauguração, porém, não deve ocorrer em virtude da pandemia do novo coronavírus, que proíbe a realização de eventos com presença de público.

Creas

O Creas atende famílias ou indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos como violência física, psicológica, sexual e cumprimento de medidas socioeducativas.