Foto: Ronaldo Amboni

Fechado desde o início da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) para evitar aglomerações, o Museu Casa de Anita. pode ser visitado novamente, agora, porém, com ajuda da tecnologia. Um tour virtual foi montado a partir de fotos feitas pelo lagunense Ronaldo Amboni, que se diz honrado de ter participado desse projeto.

“As pessoas terão acesso à casa em qualquer lugar do mundo. Servirá para todos os tipos de interesses tanto escolar, acadêmico, turismo, cultural, enfim, uma ferramenta para todos. Grato de poder mostrar através das minha lentes o amor e carinho que tenho pela nossa cidade de Laguna”, comenta o fotógrafo. Para acessar o tour, clique aqui.

Amboni fotografou 28 pontos da Casa de Anita. Cada ponto fotografado requer seis cliques com três níveis de exposição a 60 graus, que num total gera 18 fotos por local, dando a impressão de um giro 360º. Um álbum de detalhes com fotografias do acervo também pode ser acessado no tour.

“As fotos foram fotografadas a noite, já que o ambiente fica lindo. A foto externa da frente foi feita em uma hora especial entre o dia e a noite na luz exata”, detalha Amboni, que diz ter sugerido à prefeitura que mais pontos como Farol ou o próprio Museu Histórico Anita Garibaldi sejam disponibilizados ao público na mesma plataforma.

Construída em 1711, a casa não pertenceu à Anita ou sua família. A Heroína dos Dois Mundos apenas usou o espaço para se vestir para o primeiro casamento em 1835 com o sapateiro Manoel Duarte de Aguiar. O espaço foi remodelado para abrigar acervo específico da lagunense. A reabertura aconteceu em agosto do ano passado após reforma.

Parte desses materiais ainda estão sendo restaurados e conforme forem sendo colocados em exposição, a plataforma digital será atualizada. “Disponibilizar o acervo para uma visita online é uma importante ferramenta de divulgação da Casa de Anita”, diz a presidente da Fundação Lagunense de Cultura (FLC), Mirella Honorato.

Foto: Ronaldo Amboni