Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

COMO EU JÁ FALEI: A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Laguna depois de pronta, vai necessitar no mínimo de R$ 450 mil por mês, recursos oriundos tanto do governo federal como estadual para sua manutenção. O momento não é de brigas políticas e partidárias e sim de união, caso contrário nada vai se concretizar. Na minha opinião, o estado ainda está tranquilo em meio a essa pandemia com os leitos disponíveis, mais se a água bater no “fiofó” como se fala na gíria, a coisa muda.

CHAMOU A ATENÇÃO, os muitos milhões que o Senado Federal aprovou em sessão virtual na noite de sábado, dia 2. A criação de um pacote de medidas que repassará R$ 125 bilhões para estados e municípios e para terras de Anita Garibaldi está previsto R$ 5.638.522,22, isso mesmo, cinco milhões, seiscentos e trinta e oito mil, quinhentos e vinte e dois reais com vinte e dois centavos. É bom lembrar que esse valor é para ajuda financeira emergencial na aplicação em ações de combate à pandemia do novo coronavírus.

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

SANTO ANTÔNIO ROGAI POR NÓS que recorremos a vós. Centenas de fiéis acompanharam a descida do nosso santo padroeiro do altar, para mais de perto atender as preces dos devotos na porta da igreja matriz. Esse ano não foi possível realizar a tradicional festa, que acontece na primeira trezena do mês. Por intercessão de Santo Antônio foge a peste, o erro, a morte, o fraco torna-se forte, e torna-se o enfermo são. Curai Santo Antônio todos os doentes que nesse momento necessitam de sua intercessão.

FAKE NEWS: A divulgação de notícias falsas, conhecidas como fake news, pode interferir negativamente em vários setores da sociedade, como política, segurança e principalmente na saúde. Faça a sua parte, pesquise antes de espalhar por suas redes sociais e repassar. Recebeu nos grupos através de conhecidos ou amigos? Utilize o Google, é fácil, simples e rápido saber o que é 👍verdadeiro ou 👎falso. Tem uns e outros por aí que perderam suas inteligências no meio dessa pandemia, só pode.

Foto: Divulgação/Agora Laguna

NÃO É O PRIMEIRO nem o segundo e muito menos o terceiro prédio público que é visitado por ladrões. Desta vez foi o prédio do Centro de Referência em Assistência Social (Creas) no bairro Progresso, levaram janelas, ar condicionado e outros equipamentos, falar nisso desde o início esse equipamento vem sendo alvos dos criminosos.

SALVE PM CATARINENSE, diz o hino que o teu nome havemos de honrar. Na batalha que o bem sempre vence, para a Lei na vanguarda ficar; na batalha que o bem sempre vence, para a Lei na vanguarda ficar”… Polícia Militar de Santa Catarina comemorou essa semana 185 anos. Parabéns a todos os policiais do estado catarinense e os lagunenses.

ACESSO NORTE: O Banco Regional do Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) concluiu a análise dos documentos entregues pela prefeitura de Laguna e fez o repasse de R$ 2,5 milhões para pagamento da construtora contratada para executar o acesso Norte via Barbacena. Essa foi uma boa notícia para os lagunenses, em especial aos moradores da localidade. Tem promessas que a obra possa ser entregue pela empresa Qualidade antes do prazo. Vamos aguardar!

Foto: André Luiz/Agora Laguna

SOB INVESTIGAÇÃO, o caso dos respiradores comprados pelo governo catarinense. Em entrevista ao Grupo ND, a ex-superintendente de Gestão da Secretaria da Saúde, Márcia Regina Geremias Pauli, falou pela primeira vez sobre o caso dos 200 respiradores comprados pelo Estado e literalmente colocou fogo no andamento das investigações. O deputado Felipe Estevão, membro da comissão, conversou com a reportagem do Portal Agora Laguna e afirmou que o norte da comissão será a investigação com responsabilidade. “Se há crime de corrupção, cadeia. É um novo tempo no Brasil e corrupção não dá mais”, enfatizou o parlamentar.

ASSIM ESTAMOS VIVENDO entre fatos e fakes, verdades e mentiras sem saber se os caixões estavam cheios ou vazios, se as verdades são da Globo, SBT ou da Record. Ou quem sabe de A de B ou de C. Se é informação que recebemos ou desinformação. Na verdade, estão criando uma confusão prejudicial à muitas pessoas em meio a essa situação diferente em que todo o mundo está atravessando. Não se pode chegar perto, abraçar ou mesmo apertar a mão. Xô!, fique distante, está isolado? Se distanciando? Se cuidando? Cadê o álcool gel? Ou será o sabão com água? Mais quem é esse tal de corona que o mundo procura saber e conhecer e sem respostas? São incertezas, perguntas, sem ao menos uma definição. Fique em casa, vai pra rua aprenda a conviver. Conviver mais com quem? Do que é capaz de fazer esse desconhecido invisível que já tirou de lares crianças, jovens, adultos e também os idosos, na maioria? Afinal, que vírus é esse que nos faz viver diferente, com medo de pessoas, independente da situação social, raça, credo ou cor. A vida se perde entre ricos e pobres, entre pacientes e doutores, que tem por juramento nos preservar da morte. Grande parte do planeta está mascarado e nos obrigando a olhar olho no olho, coisa que perdemos no tempo de identificação da felicidade, as alegrias e a tristezas, através do verdadeiro olhar. O mundo se vê espantado a tudo isso e nesse mundo aumentaram as orações e a fé que vai passar, e assim temos que acreditar em uma força maior que nos protege e nos guarda para um dom muito especial, que é o dom da vida. Vida essa, que agora depende de nós, vida essa que cada um tem que fazer a sua parte, que sozinhos não vamos conseguir vencer. É hora de união, de abraçar os mesmos objetivos, é hora de deixar de lado os interesses pessoais e também políticos. É chegada a hora e pensar no coletivo, só assim vamos continuar vivendo. Vai passar e que possa ser breve.

DIAS DAS MÃES: Domingo certamente iremos comemorar um Dia das Mães bem diferente. Para minha mãe, assim vou definir esse dia: “Poderia ser um Dia das Mães como todos os outros, mas vai ser diferente. Poderia ser um dia das mães com um abraço, carinho e um beijo, mas o distanciamento irá nos obrigar a ficarmos distantes. Poderíamos nos reunir para comemorar mais essa data especial em família, mas o isolamento necessário às mães irá nos obrigar a festejar distantes uns dos outros. A rotina tem sido essa: Um bom dia, um abraço, levando o que necessitam, na maioria das vezes distantes e separados pelo distanciamento das grades do portão. A única coisa que atravessa barreiras é o amor, o amor de mãe”. Logo, isso vai passar, e logo estaremos juntos. Te amo minha mãe, Maria Lopes Palma.


ELVIS PALMA, 55 anos, é formado em administração de empresas, funcionário público estadual, fotógrafo e comentarista do Jornal da Manhã da Rádio Difusora de Laguna.


As informações e opiniões expressas neste texto, são de total responsabilidade do seu autor.