Quadrilha presa é investigada por assalto a mercado em Laguna, diz Polícia Civil

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 400 visualizações,  8 views today

Os quatro homens presos na noite de segunda-feira, 11, em Capivari de Baixo, após uma perseguição vinham sendo investigados pela Polícia Civil de Braço do Norte, desde a última semana. A quadrilha é a pontada como autores de um série de crimes cometidos na região.

Em entrevista ao Portal Agora Laguna, o delegado Eder Matte, que coordenou os trabalhos, explicou que a investigação — denominada ‘Game Over’ — foi iniciada depois que o quarteto roubou uma lotérica em Braço do Norte. No crime, ocorrido na última quarta-feira, 6, os criminosos conseguiram assaltar dois clientes e levar ao menos R$ 70.

Antes disso, porém, na última segunda-feira, 4, eles assaltaram uma loja de acessórios para celular no Centro de Tubarão, levando dinheiro e um celular; e o mercado Marju, em Cabeçuda, onde o troco do caixa foi roubado. Em Laguna, uma faca teria sido utilizada.

“O modus operandi dessa quadrilha era assim: só um dos elementos descia do veículo e abordava então as vítimas para realizar o roubo. Pelo que se apurou, era sempre o mesmo elemento — o último a ser preso ontem. O veículo ficava estacionado a alguns metros do estabelecimento, que eles monitoravam antes do crime”, explica Matte. Nos crimes, o grupo usava uma arma de brinquedo.

A prisão da quadrilha ocorreu após uma tentativa de roubo ao Mercado Gabriel, também em Cabeçuda, onde o proprietário do estabelecimento, 39 anos, frustou o assaltante, ao reagir quando percebeu que a arma era falsa. Ambos entraram em luta corporal e o homem fugiu.

Viaturas da Polícia Militar perseguiram o carro, um Peugeot 206 cor azul, que foi localizado, colidido, no Centro de Capivari de Baixo. No acidente, duas mulheres ficaram feridas gravemente e foram levadas para o Hospital Nossa Senhora da Conceição, de Tubarão, onde seguiam em observação até a manhã desta terça-feira, 12.

A colisão permitiu que três membros do grupo fossem presos. Um quarto envolvido fugiu a pé, mas foi detido horas depois escondido em uma quitinete, também em Capivari de Baixo. Ele vestia as mesmas roupas dos crimes cometidos anteriormente.

Segundo a Polícia Civil, duas mulheres também foram levadas para a delegacia para serem ouvidas, por estarem na quitinete quando houve a prisão. Elas foram liberadas e os homens, levados para o Presídio de Tubarão. “As investigações continuam e vamos apurar se esses elementos praticaram alguns outros crimes, além dos que já temos conhecimento”, conclui Matte.

Acidente

Na fuga, o veículo do grupo cortou a frente de uma moto na rua General Osvaldo Pinto da Veiga, Centro de Capivari de Baixo. As condutoras, mãe e filha, sofreram ferimentos graves.

A mãe, 39, que conduzia a moto, apresentava sintomas de hemorragia interna e fratura no fêmur esquerdo. A filha, 20, tinha escoriações ao longo dos membros, edema no crânio e ferimento na tíbia. Elas foram levadas imediatamente ao HNSC pelo Corpo de Bombeiros.

Foto: Portal Noticom

Notícias relacionadas