Professor e escritor lagunense Adalby Massih morre aos 79 anos

Morreu nesta sexta-feira, 29, o professor aposentado, historiador e escritor Adalby Abrahão Massih, aos 79 anos de idade. O educador tinha problemas de saúde e sofria destas condições há alguns anos. A causa oficial da morte ainda não foi informada.

Nascido em Laguna, em 22 de novembro de 1940, era filho de Miguel Abdul Massih e Ondina Abrahão Massih. Foi estudante, na terra natal, dos colégios Stella Maris, Ginásio Lagunense e Colégio Comercial Lagunense.

Massih era formado em Contabilidade e tinha curso superior em Ciências e Pedagogia pela antiga Fundação Educacional do Sul de Santa Catarina (atual Unisul). Começou a lecionar em 1972 na escola estadual Engenheiro Annes Gualberto e por muitos anos foi professor do colégio João Guimarães Cabral, ambas na cidade de Imbituba.

Publicou seu primeiro livro em 1995, ‘Coletâneas Folclóricas’, trazendo relatos das culturas açoriana, indígena e africana. Editou duas obras denominadas ‘Fatos, Fontes e Vultos Históricos’ voltadas para contar mementos históricos das cidades de Imbituba e Laguna. Outro livro publicado foi o ‘Dicionário da História’, na década de 1990. Foi membro da academia de letras de Imbituba.

Paralelo às letras, foi candidato a vereador em Imbituba no ano de 2004 pelo PL, ficando na suplência. Recebeu em 2017 a medalha Poeta Vevé, da Academia de Letras do Brasil de Santa Catarina e em 2019, a comenda Henrique Lage, maior honraria concedida pela prefeitura da Capital Nacional da Baleia Franca.

Adalby Massih deixa a esposa, a ex-secretária de Educação de Imbituba, Maria do Carmo, e filhos. Não há informações sobre o horário de velório e sepultamento.