Prestes a completar o oitavo ano de emancipação político-administrativa, a cidade de Pescaria Brava acompanha as obras de revitalização do Centro municipal iniciadas no fim de setembro do ano passado e que vêm dando nova forma à região central.

Para Roberta Espíndola de Oliveira, moradora do município, a revitalização se tornou um novo ponto turístico bravense. Ela observa que o conjunto de melhorias também será útil para a comunidade.

“Destaco também a revitalização da praça da tradicional Igreja Bom Jesus do Socorro, que agora possui inclusive rampa para o acesso de cadeirantes. E ainda o calçamento de algumas ruas, o que trouxe mais comodidade à população, tendo em vista que o acesso às ruas de dentro nunca tiveram atenção por parte de outras gestões”, comenta.

A obra incluiu pavimentação com pavers e foi idealizada com a missão de fomentar o setor turístico para Pescaria Brava, que ainda conserva o estilo rural interiorano e caminha para modernizações urbanas. A revitalização custou cerca de R$ 780 mil à prefeitura e foi executada pela construtora Sanero.

A previsão do prefeito Deyvisonn de Souza (MDB) é entregar a obra de 30 dias. Ele diz acreditar que a revitalização ficará marcada na história do jovem município. “Nunca houve uma intervenção semelhante a essa. O Centro já era bonito, tinha vista magnífica, mas estava desprezado. A revitalização trouxe uma mudança e com isso, queremos despertar o início do turismo na cidade”, pontua.

Enquanto os trabalhos não são concluídos, a população já têm ido conferir como ficou o trapiche para a Lagoa do Imaruí, que tem sido cenário para fotos e vídeos, principalmente no início da manhã e fim de tarde.