Divulgação

Apesar do adiamento “de 30 a 60 dias do que está previsto no edital” anunciado na tarde desta quarta-feira, 20, pelo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC), as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) seguem abertas até as 23h59 de sexta-feira, 22.

A prova é considerada uma das principais portas de entrada em instituições públicas de nível superior. Em muitas universidades, o Enem ganhou caráter de vestibular, substituindo as provas tradicionais.

Com a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) que afetou o cotidiano letivo de todo o país nas redes pública e privada de ensino, a realização do exame vinha sendo questionada. Na terça-feira, 19, o Senado aprovou o texto-base de um projeto que adiaria a prova e que será ainda analisada pela Câmara dos Deputados.

Mais cedo, o ministro Abraham Weintraub já havia anunciado que se estudava a possibilidade. O titular da Educação sempre defendeu que a prova tem condições de ser realizada.

“Diante dos recentes acontecimentos no Congresso e conversando com líderes do centro, sugiro que o ENEM seja adiado de 30 a 60 dias. Peço que escutem os mais de 4 milhões de estudantes já inscritos para a escolha da nova data de aplicação do exame”, disse Weintraub.

Pelo cronograma inicial as provas iriam ocorrer nos dias:

  • 1 e 8 de novembro: versão presencial
  • 22 e 29 de novembro: versão digital (realizada pela primeira vez na história da prova)

Inscrições seguem abertas

Até sexta-feira, para fazer a inscrição o estudante deve entrar no site do exame (enem.inep.gov.br/) e informar número do CPF e RG. Uma senha de acesso vai ser gerada, que também permitirá verificar o cartão de confirmação e os resultados do candidato. O inscrito teve ter número de celular e e-mail válidos para recebimento dos comunicados do Inep.

O instituto informou ainda que até dia 22 será possível atualizar os dados de contato, trocar local de realização das provas, alterar a opção de língua estrangeira e a informação se precisa ou não de atendimento especializado e/ou específico.

Candidatos que precisam de adaptações, como pessoas com deficiência ou lactantes, também devem fazer solicitação 22 de maio.

O Inep disse que entre os dias 25 de maio e 12 de junho, será possível fazer a solicitação de atendimento pelo nome social, caso o participante transexual prefira não ser chamado pelo nome do registro civil.

A previsão é que em outubro, o cartão de confirmação será liberado, embora ainda não haja definição do dia específico. O documento resume as principais informações: número de inscrição; data, hora e local das provas; dados sobre atendimento especializado (se solicitado); e opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

Veja abaixo a íntegra da nota divulgada pelo Inep

“NOTA OFICIAL | Adiamento do Enem 2020

Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio.”