Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Um caso de estelionato contra duas pessoas está sendo investigado pela polícia da região desde quarta-feira, 13. O crime foi aplicado contra moradores de Laguna e de Palhoça e envolveu a venda de um veículo através da internet.

Uma das vítimas, homem morador de Laguna, anunciou um carro através do site de vendas OLX para um residente em Palhoça, na Grande Florianópolis. Um terceiro homem, porém, teria intermediado o processo, aplicando um golpe e ficando com o valor da venda, cerca de R$ 10 mil.

De acordo com o jornal Diário do Sul, a suspeita é de que esse terceiro envolvido tenha clonado o anúncio da venda do carro. No caso de quarta-feira, assim que percebeu o golpe, a vítima acionou as autoridades e rapidamente, a Polícia Rodoviária Federal chegou a deter dois homens no pedágio de Paulo Lopes, na BR-101. Um deles seria a pessoa que negociou o carro (Peugeot 207, branco) achando que era real. Ambos foram liberados, pois teriam sido vítimas do golpista.

A polícia detalha que nesse crime, o estelionatário monta um outro anúncio, com as fotos e informações da postagem original. O golpista se passa pelo proprietário e negocia a falsa venda normalmente.

Negócio acertado e com valor depositado na conta do golpista, ele entra em contato com o verdadeiro anunciante para fechar a venda. No dia da compra, diz o jornal, o estelionatário fala que irá enviar outra pessoa em seu lugar, para quem o carro deverá ser transferido no cartório. Esta pessoa seria o real interessado em comprar o automóvel.

A polícia tenta localizar o homem que intermediou o negócio e teria ficado com os R$ 10 mil.