Divulgação

Estão abertas desde as 10h desta segunda-feira, 11, as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), apesar dos pedidos já feitos para que a prova fosse suspensa ou adiada em virtude da pandemia do novo coronavírus. As inscrições podem fazer ser feitas até 22 de maio.

A taxa de inscrição custa R$ 85 e deve ser paga entre 11 e 28 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas, correios ou pela internet. Os estudante que obtiveram a isenção da taxa também devem se inscrever no Enem.

O Inep garante que os candidatos que não solicitaram a isenção, porém se encaixam em um dos critérios o benefício, terão direito a ele mesmo sem a solicitação formal. O instituto, responsável pela organização da prova, também informou que os estudantes isentos em 2019, mas que não compareceram aos dois dias de prova e não justificaram a ausência poderão fazer a solicitação de gratuidade.

Inicialmente, a isenção seria negada, mas a ideia foi desconsiderada. “A regra vale tanto para os participantes que optarem pelo Enem impresso quanto para os que escolherem o Enem digital”, diz o site da prova.

O cronograma inicial prevê que as provas vão ocorrer nos dias:

  • 1 e 8 de novembro: versão presencial
  • 22 e 29 de novembro: versão digital (realizada pela primeira vez na história da prova)

Inscrição

O estudante deve entrar no site do exame (enem.inep.gov.br/) e informar número do CPF e RG. Uma senha de acesso vai ser gerada, que também permitirá verificar o cartão de confirmação e os resultados do candidato. O inscrito teve ter número de celular e e-mail válidos para recebimento dos comunicados do Inep.

O instituto informou ainda que até dia 22 será possível atualizar os dados de contato, trocar local de realização das provas, alterar a opção de língua estrangeira e a informação se precisa ou não de atendimento especializado e/ou específico.

Candidatos que precisam de adaptações, como pessoas com deficiência ou lactantes, também devem fazer solicitação 22 de maio.

O Inep disse que entre os dias 25 de maio e 12 de junho, será possível fazer a solicitação de atendimento pelo nome social, caso o participante transexual prefira não ser chamado pelo nome do registro civil.

Provas

Em outubro, o cartão de confirmação será liberado, embora ainda não haja definição do dia específico. O documento resume as principais informações: número de inscrição; data, hora e local das provas; dados sobre atendimento especializado (se solicitado); e opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

As provas serão divididas desta forma:

Presencial, 1º de novembro
  • 45 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias
  • 45 questões de ciências humanas e suas tecnologias
  • redação
  • duração: 5h30
Presencial, 8 de novembro
  • 45 questões de ciências da natureza e suas tecnologias
  • 45 questões de de matemática e suas tecnologias
  • duração: 5h
Digital, 22 de novembro
  • 45 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias
  • 45 questões de ciências humanas e suas tecnologias
  • redação (em papel)
  • duração de 5h30
Digital, 29 de novembro
  • 45 questões de ciências da natureza e suas tecnologias
  • 45 questões de matemática e suas tecnologias
  • duração: 5h