Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que terminariam nesta sexta-feira, 22, foram prorrogadas por mais cinco dias. A data limite agora é quarta-feira, 27.

Pelo Twitter, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou a mudança. “Decidimos prorrogar o prazo das inscrições do Enem até 23h59 de quarta-feira, 27 de maio. Os boletos da taxa da prova poderão ser pagos até 28/05. Os candidatos devem ficar atentos à confirmação da inscrição na Página do Participante, do @inep_oficial”, escreveu Weintraub.

Mais de cinco milhões de estudantes já fizeram as inscrições para as provas, desde que o período foi iniciado no último dia 11. O teste é considerado a principal porta de entrada para as instituições de ensino superior públicas no país e substituiu os tradicionais vestibulares em muitas universidades. A inscrição pode ser feita por meio da página do Enem na internet.

O acréscimo de dias na data limite de inscrição ocorre após o MEC ter anunciado que adiaria os prazos originais da prova por 30 a 60 dias, considerando os impactos da pandemia do novo coronavírus.

Originalmente, as provas impressas seriam aplicadas nos dias 1º e 8 de novembro e as do Enem digital nos dias 22 e 29 de novembro. Apesar da mudança, a organização do teste não sofreu alterações e segue com quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa, feita manuscrita em papel nas duas modalidades.

A prova de língua estrangeira é feita em inglês ou espanhol. O participante pode escolher o idioma de preferência durante o processo de inscrição.

Uma novidade do Enem para este ano é que é obrigatória a inclusão de uma foto atual do participante no sistema de inscrição. Isso será utilizada para identificação no momento da prova. A taxa de inscrição custa R$ 85 e deve ser paga até 28 de maio.

O Inep, instituto organizador da prova, explica que os estudantes que tiverem direito à gratuidade da taxa de inscrição, por se enquadrarem nos perfis previstos nos editais terão a isenção automática, conforme análise dos dados declarados no sistema.

A medida é válida também para quem conseguiu a isenção no ano passado e que faltou aos dois dias de prova e não tenham justificado a ausência. Na visão do instituto, isso beneficia quem teve dificuldades em realizar a solicitação de isenção devido às restrições impostas pelo isolamento social.