Divulgação/Amurel

Em ofício assinado por todos os seus 18 municípios representados pelos prefeitos, a Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel) solicitou ao governador Carlos Moisés da Silva o compartilhamento de ações do governo na região. O documento destacou que as informações transmitidas até o momento não tiveram qualquer integração ou oitiva desses municípios, especialmente quanto à implantação de um hospital de campanha na região e a ampliação do número de leitos de UTI.

Os prefeitos destacaram que toda ação necessita planejamento. “Infelizmente os municípios da região de Laguna estão com a visão turva diante da ausência de clareza, rapidez e precisão na informação do governo estadual”, detalha o documento, que segue com argumentações técnicas sobre a necessidade de informação dos municípios.

Veja o ofício na íntegra, clicando aqui.

O documento ainda cita a indefinição na escolha de um hospital referência para a região. “Inicialmente, as informações repassadas davam conta de que o hospital referência seria o Senhor Bom Jesus dos Passos em Laguna, posteriormente, essa decisão foi alterada para o Hospital Nossa Senhora da Conceição em Tubarão”, diz a nota.

Os gestores ainda cobram prazos e quantidade de leitos que serão instalados na região da Amurel. O documento é assinado pelo prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior; Tubarão, Joares Ponticelli; Grão Pará, Márcio Borba; Pedras Grandes, Vilson Tadeu Marcon; Sangão, Dalmir Cândido; Braço do Norte, Roberto Kuerten Marcelino; Pescaria Brava, Deyvisonn da Silva de Souza; Armazém, José Benjamim Arente; Jaguaruna, Edenilson Montini; Santa Rosa de Lima, Salesio Wiemes; São Ludgero, Ibaneis Lembeck; Treze de Maio, Clesio Bardini de Biasi; Laguna, Mauro Vargas Candemil; Rio Fortuna, Lindomar Ballmann; Capivari de Baixo, Nivaldo de Sousa; Gravatal, Wanderlei Nazario Marega; São Martinho, Robson Jean Back e Imarui, Rui José Candemil Junior.