Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Secom

A falta de chuvas vem provocando um período de estiagem em Santa Catarina e isso acaba refletindo no sistema de abastecimento das cidades catarinenses. Em Pescaria Brava não é diferente e a concessionária do serviço tem reforçado os pedidos para que a população evite o desperdício de água.

O sistema de abastecimento em Pescaria Brava é composto por dois poços. Um é localizado em Laguna e abrange os bairros Ponta das Laranjeiras, Laranjeiras, Km 37, Santiago, Sertão da Maricota e as comunidades Bananal e Morro Grande, estas em Laguna. O segundo fica em Varginha e abastece a própria localidade e a região central da cidade.

“Este sistema que chamamos de Sistema Ponta das Laranjeiras vem se mantendo mesmo com a estiagem. Tivemos um aumento significado no consumo de água em virtude da quarentena”, diz a chefe da agência da Casan na cidade, Cíntia Aparecida Tavares Mendes.

Segundo Cíntia, algumas regiões mais afetadas têm tido abastecimento completado com caminhão-pipa e a companhia tem buscado novas fontes de atender a cidade. “Estamos tendo uma redução no volume de água produzida por este poço. Onde a quantidade produzida está sendo insuficiente, resultando em alguns períodos do dia interrupções no abastecimento em determinados locais”, acrescenta.

A Casan de Pescaria Brava frisa o pedido para que os moradores não lavem calçadas, casas, carros e em hipótese alguma utilizar mangueiras, ao escovar os dentes e fazer a barba, não deixar a torneira aberta, e evitar tomar banhos demorados. O telefone para contato da agência é (48) 3647-6429.

Poço de Laranjeiras – Foto: Casan Pescaria Brava