Carlos Moisés diz que transporte e comércio em geral não voltam na quarta-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 448 visualizações,  4 views today

Na coletiva de imprensa desta segunda-feira, 6, o governador Carlos Moisés (PSL) deu sinais de que a abertura do comércio em geral e a circulação de transporte coletivo não irão ocorrer na quarta-feira, 8, conforme esperado. O Estado anunciou na transmissão que assinou portaria para autorização de confecção e fabricação de máscaras de tecido, sem mencionar alterações no decreto 525/2020.

“Essa possibilidade não está em debate dentro do Centro de Operação de Emergência em Saúde (Coems) e o setor econômico pra retomada de atividades. Como falei, as duas próximas semanas serão de pico em todo o Brasil e não temos segurança epidemiológica nesse processo de estudo para liberar esse ramos de atividades, que reúne pessoas e tem contato físico entre pessoas. Então, o transporte coletivo hoje permanece suspenso”, disse Moisés, ao responder pergunta de um repórter, que questionou a volta das rodoviárias na próxima quarta-feira.

Quanto ao comércio em geral, Moisés foi mais enfático: “A gente entende que a liberação geral agora é precoce, apesar de haver uma demanda para a liberação”. “Nós autorizamos algumas casas que comercializam chocolates em virtude da páscoa e é isso que temos hoje em termos de liberação”, completou.

Desde a segunda semana de março, Santa Catarina está em isolamento social com estado de calamidade pública, declarado pelos deputados estaduais. A quarentena gerada permitiu que apenas serviços essenciais continuassem em funcionamento, com algumas exceções, como por exemplo aos profissionais liberais/autônomos liberados para atuação nesta segunda-feira, 4.

Previous
Next