Quem passou logo pela manhã na rua Tubarão, conhecida por ser a rua do antigo calçadão, na praia do Mar Grosso, se surpreendeu com o local completamente alagado. A via que faz divisa com a avenida Senador Gallotti e Maurílio Kfouri, teve água jorrando, devido ao entupimento das vias de drenagem.

Segundo dados de monitoramento da Epagri/Ciram, Laguna registrou apenas 5 milímetros de chuva nas últimas 24 horas. Em contato com a Casan, a empresa afirma que já foram realizados testes de fumaça no local, que comprovam as ligações irregulares de bocas de lobo na rede de esgoto.

“Nesse ponto aí, identificamos uma interligação da boca de lobo com a rede de esgoto”, salienta o chefe da agência local, Diego Rodrigues.

Ainda segundo a empresa, a estação elevatória do Mar Grosso, registrou em gráfico de monitoramento um aumento significativo de material recebido. “Foi só chover que o gráfico subiu de 80 centímetros, que é a operação normal da elevatória e passou para 2,60 metros, em apenas cinco minutos”, registra Rodrigues.

Leia mais: Vistorias e testes de fumaça identificam problemas no sistema de drenagem de Laguna

A capacidade da estrutura é de receber ao todo 3,50 metros. “Isso só mostra a quantidade de água da chuva que entra em nossa rede de esgoto”, finaliza. Para Diego, as redes pluviais estão obstruídas, o que acarreta no extravasamento nas ruas.

A reportagem também entrou em contato com a presidente da Fundação Lagunense do Meio Ambiente (Flama), Deise Cardoso, que afirmou que o órgão vai enviar uma equipe para vistoria do local e após a visita iriam se posicionar sobre o fato.

Programa se Liga na Rede

O programa faz a inspeção de ligações de esgotamento sanitário e pluviais dos imóveis, além de orientar e oferecer condições para que o cidadão possa se regularizar. Além disso, promove ações para sensibilizar a população quanto aos benefícios e a melhora das condições ambientais, sanitárias e da qualidade de vida dos munícipes em decorrência da regularização.

De acordo com o chefe da Casan de Laguna, uma empresa será contrata para realizar em pontos do bairro Mar Grosso o Programa se Liga na Rede. “Dessa vez, quem vai fazer e fiscalizar será a Casan. Vamos convidar a prefeitura para acompanhar os serviços”.

Também é atribuição do programa notificar o proprietário do imóvel que apresenta inadequações, oferecendo os devidos prazos legais, e alertar sobre os riscos de multa e ação civil por parte do Ministério Público de Santa Catarina.