Sem previsão de chuva, incêndios em vegetação preocupam

Com a previsão do tempo indicando clima quente ao menos até o próximo fim de semana, o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) alerta para os riscos de se atear fogo às vegetações. O tempo seco e os ventos favorecem a rápida propagação das chamas, que podem colocar em risco a segurança humana e patrimonial.

Na tarde desta quinta-feira, 12, os bombeiros de Laguna combatem alguns focos de incêndio que têm chamado a atenção pela altura da fumaça gerada em Barranceira, Barbacena e Praia do Sol. A fuligem pode ser vista a quilômetros de distância.

A preocupação com os incêndios em vegetação cresceu nos últimos dias, após a corporação da cidade juliana ter extinto um grande foco na região entre os bairros Barbacena e Portinho, próximo do quartel, em operação que durou quase quatro dias.

O combate ao incêndio em vegetação não é uma tarefa fácil. “Pode levar de três a quatro dias e já iniciamos o trabalho de revezamento de equipes de combate”, detalha o tenente Henrique Schuelter, comandante dos bombeiros de Laguna, dimensionando o trabalho da corporação realizado nesta quinta-feira. No último fim de semana, o CBM precisou acionar equipes que estavam de folga para ampliar a força-tarefa.

As causas do fogo em vegetação, em sua maioria tem ação humana. O trabalho é intenso e desgastante, além disso sobrecarrega a corporação, que tem que dividir atenções. “Se tiver um chamado de mais gravidade [acidente, por exemplo] vamos nos deslocar, deixando o combate de lado”, explica.

“Apelo que se alguém ver um cidadão pondo fogo em lixo ou entulho, alerte pois o prejuízo retorna à população. Para nós, não tem prejuízo nenhum atender a ocorrência, mas caso seja acionado o caminhão ele estará empenhado em um chamado que poderia nem ter existido, se o bom senso imperasse”, pontua o tenente Henrique Schuelter comandante de Laguna.

O que diz a previsão

Até o próximo domingo, 15, a previsão indica calor intenso com temperatura máxima de 35°C a 38°C, podendo atingir os 40°C no final de semana, em Laguna. O ar segue muito seco, com valores de umidade relativa abaixo de 40%, na maioria das regiões, podendo atingir valores de 15% a 20% especialmente no Oeste. Não deve chover nesse período.

Recomendações

Não apenas no período de geadas e estiagem, mas ao longo de todo o ano, o Corpo de Bombeiros Militar orienta a população que não inicie queimadas, principalmente a colocação de fogo em lixo, terrenos e pastagens. A ação pode ocasionar graves acidentes, considerando que o vento no local costuma propagar as chamas.

Se deve evitar também acender fogueiras em áreas de vegetação, além de não jogar bitucas de cigarro na mata ou mesmo em beira de estradas, atitude que por vezes passa despercebida e também pode resultar em incêndios.

Ao avistar um incêndio em vegetação, deve ser feita ligação imediata para o telefone de emergência 193. A tentativa de combate as chamas por alguém não capacitado pode ser feita apenas se o fogo estiver no início, com a utilização de ferramentas, roupas e equipamentos de proteção adequados. Sem os devidos cuidados, o individuo pode sofrer intoxicação pela inalação de fumaça e até mesmo queimaduras, em decorrência do forte calor.

Na visão do CBM, considerando os riscos à vida, bens materiais e ao meio ambiente, a principal orientação é evitar o início do fogo, em quaisquer circunstâncias.

Notícias relacionadas