Passageiros usam máscaras contra o coronavírus no Aeroporto de Guarulhos – Foto: Sebastião Moreira/EFE/Reprodução El País Brasil

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Laguna acatou a sugestão do governo federal e emitiu nota de recomendação para que as pessoas que voltaram recentemente de viagem do exterior, principalmente de continentes como Europa e Ásia, fiquem em isolamento residencial por sete dias. Essa é uma das medidas anunciadas contra o avanço veloz do novo coronavírus (Covid-19).

Caso esses viajantes apresentem febre e outros sintomas, como tosse ou falta de ar, a orientação é que procurem imediatamente uma unidade de saúde. Até o momento, os seis casos confirmados de Covid-19 em Santa Catarina, incluindo o de Braço do Norte, têm em comum o fato de terem sido contraídos em viagens dos pacientes ao exterior.

O atendimento a pessoas com sinais gripais é preferencialmente feito nos postos de saúde, conforme recomendação do Ministério da Saúde (MS). O hospital deve ser procurado apenas em casos urgentes.


Coronavírus


Sugestão federal de cancelamento de eventos

Entre outras medidas propostas pela pasta federal aos estados, está recomendar o adiamento ou cancelamento, em tempo hábil, de eventos de massa – a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por exemplo, anunciou o adiamento indeterminado das competições de futebol nacionais, como a Copa do Brasil, e a expectativa é que federações estaduais sigam no mesmo caminho.

“A cada três dias, podemos ter o dobro do número de casos se não adotarmos essas medidas”, disse o secretário federal de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, se baseando em dados do avanço do coronavírus no mundo.

Em Laguna, até o momento a única ação com envolvimento considerável de público foi o cancelamento momentâneo das feiras de artesanato aos sábados no Mercado Público. Tanto o mercado quanto a Casa de Anita tiveram restritos o número de visitantes por grupo: 30 e 10 pessoas, respectivamente.

Editoria de Arte/Agora Laguna