Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

No último sábado, 21, um comerciante do bairro Barranceira sofreu uma tentativa de assalto à mão armada quando encerrava o expediente de trabalho. Ele é dono de um bar, que tem funcionado apenas na condição de mercearia, e se preparava para fechar o local quando o bandido entrou.

Ele relatou o episódio à reportagem de Agora Laguna, nesta segunda-feira, 23. Segundo o homem, em 27 anos que atua como comerciante, nunca tinha passado por uma situação destas. “Eu estava sentado aqui atrás do balcão, já passava das 20h, e ia fechar as portas. Quando o rapaz entrou, parou ali na porta e apontou a arma, até achei que fosse de brinquedo… alguém querendo brincar e dar um susto”, comenta.

A cena durou pouco mais de um minuto. O proprietário do estabelecimento, que teve o comércio restrito pelo decreto de situação de emergência do governo, acredita que o crime não foi consumado, pois, provavelmente o comparsa que ficou do lado de fora do local em uma moto vermelha se assustou com a presença de alguém.

“Ele manteve a arma apontada para mim e aí o outro rapaz disse: ‘Vamos, vamos!’, e ele saiu. Mas antes tentou dar um tiro, porém ou a pistola falhou ou era de brinquedo, só fez o barulho do gatilho”, conta. O comerciante não quis fazer um boletim de ocorrência, embora tenha feito contato com a Polícia Militar momentos após a dupla ir embora.