Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Com o desafio de evitar aglomerações e a transmissão de Covid-19 em Laguna, a Secretaria Municipal de Saúde optou por organizar uma nova estratégia para atendimento das pessoas que integram a primeira fase da campanha de vacinação contra a gripe (influenza e H1N1), em meio a pandemia vivida em todo o Brasil.

Nessa etapa, idosos e profissionais da saúde, que compõe o primeiro grupo, serão atendidos em ‘salas-móveis’ por toda a cidade. A ideia, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), é imunizar 2.271.314 pessoas, sendo que a meta é vacinar ao menos 90% de cada grupo-alvo em Santa Catarina.

A vacina contra a gripe não previne o coronavírus, mas facilita o diagnóstico de Covid-19, já que os sintomas das duas doenças são semelhantes. A campanha segue até 22 de maio.

Leia mais: Veja cronograma completo das ‘salas-móveis’ em Laguna

O que se viu em um dos pontos, no Centro Histórico, em frente ao Mercado Público, foi uma grande procura logo nas primeiras horas do início da vacinação. Filas se formaram, o que gerou algumas críticas nas redes sociais. “Façam um planejamento para vacinar em casa. Cuidem dos nossos idosos”, disse Edilene Agostinho.

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Em outras cidades da região da Amurel, como Pescaria Brava, Braço do Norte, Gravatal e Imbituba, a vacinação será feita diretamente nas residências. “Pedem pra ficar em casa e tão expondo o povo ali. Porque não vacinam nas casas?”, questiona Julio Campos, também nas redes sociais.

Em entrevista ao Portal Agora Laguna, a secretária de saúde, Valéria Olivier, disse que a iniciativa é considerada positiva. “Deu bastante certo, tanto que estamos fazendo dois tipos de vacinação aqui. Estamos vacinando tanto nos carros, quanto as pessoas que estão vindo a pé”. afirma. Ouça a entrevista completa:

Falta de vacinas em Caputera

Alguns idosos tiveram que aguardar a chegada de novas doses da vacina, no bairro Caputera, pois o estoque que tinha não foi suficiente, durante a manhã desta segunda-feira, 23.

“Cheguei na fila e às 10h15, já havia acabado. Resolvi ir para casa e retornar no período da tarde para evitar a exposição, já que as atendentes afirmaram que já estavam providenciando mais doses”, disse em contato com o portal, Heleodoro Monteiro, 65 anos.

Veja a cobertura feita pela nossa reportagem, no início da campanha no Centro Histórico

A campanha

A novidade é a inclusão da faixa etária adulta de 55 a 59 anos nos grupos prioritários. Em Laguna, foi montado um cronograma especial de vacinação com ‘salas-móveis’ (veja adiante) para evitar aglomeração de usuários, usando tendas em horários específicos.

Já o Dia D, quando todas as unidades de saúde ficam abertas no sábado em horário estendido, acontecerá em 28 de março. “Iremos trabalhar com dois vacinadores em cada unidade no Dia D e um enfermeiro na entrada fazendo triagem e evitando aglomeração”, comenta a coordenadora do Programa de Imunização municipal, Rosimari Nunes.

Até a antecipação, a campanha era sempre realizada entre abril e maio. Apesar, porém, de adiantada pelo coronavírus, a vacina não imuniza contra o vírus e se trata de uma estratégia do governo federal para ajudar no diagnóstico do Covid-19, já que os sintomas das duas doenças são semelhantes.

Para a imunização, serão disponibilizadas quase 2,6 milhões de doses da vacina trivalente, que protege contra os vírus H1N1, H3N2 e vírus do tipo B. As crianças imunizadas pela primeira vez receberão duas doses, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

Em Santa Catarina, no boletim mais recente, até 16 de março havia 20 casos de gripe confirmados no estado, sendo: dez por Influenza A (H1N1), sete do tipo B (H3N2) e três em análise de tipagem. Não há registro de mortes provocadas por gripe neste ano.

Etapas

  • 1ª fase – a partir de 23 de março: vacinação de idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde;
  • 2ª fase – a partir de 16 de abril: professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
  • 3ª fase – a partir de 9 de maio: crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indígenas, adolescentes e jovens do sistema socioeducativo, presos, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Confira o cronograma de vacinação especial em Laguna

Segunda-feira, 23 de março

  • Centro – em frente ao Mercado Público (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Passagem da Barra – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Ribeirão Pequeno – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h)
  • Parobé – salão paroquial da comunidade (das 13h às 16h)
  • Caputera – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Terça-feira, 24 de março

  • Centro – em frente ao Mercado Público (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Passagem da Barra – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Bananal – sub-unidade de saúde (das 8h às 11h)
  • Ribeirão Grande – salão paroquial da comunidade (das 13h às 16h30)
  • Perrixil – sub-unidade de saúde (das 8h às 11h)
  • Praia do Sol – sub-unidade de saúde (das 13h às 16h)

Quarta-feira, 25 de março

  • Magalhães – praça da igreja (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Ponta da Barra – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Figueira – sub-unidade de saúde (das 8h às 11h)
  • Morro Grande – salão paroquial da comunidade (das 13h às 16h30)
  • Estreito – sub-unidade de saúde (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Quinta-feira, 26 de março

  • Magalhães – praça da igreja (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Campos Verdes – sub-unidade de saúde (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Madre – sub-unidade de saúde (das 8h às 11h)
  • Bentos – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Sexta-feira, 27 de março

  • Portinho – pátio da escola Renato Ramos (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Farol – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Nova Fazenda – sub-unidade de saúde (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Sábado, 28 de março (Dia D) com unidades abertas das 8h às 16h30

  • Ponta da Barra, Mar Grosso, Magalhães, Campo de Fora, Esperança, Progresso
    Portinho, Caputera, Ribeirão

Segunda-feira, 30 de março

  • Barbacena – em frente à igreja (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Loteamento Jardim Juliana – em frente à igreja (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Canto da Lagoa – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Caputera – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Terça-feira, 31 de março

  • Esperança – pátio da escola Comendador Rocha (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Caputera – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Quarta-feira, 1º de abril

  • Esperança – pátio ao lado do Ceres/Udesc (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Caputera – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Quinta-feira, 2 de abril

  • Cabeçuda – ao lado da igreja (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Caputera – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Sexta-feira, 3 de abril

  • Cabeçuda – ao lado da igreja (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Caputera – salão paroquial da comunidade (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Segunda-feira, 6 de abril

  • Mar Grosso – em frente ao posto de saúde (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Terça-feira, 7 de abril

  • Mar Grosso – em frente ao posto de saúde (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Quarta-feira, 8 de abril

  • Progresso – em frente ao Nasf (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Quinta-feira, 9 de abril

  • Progresso – em frente ao Nasf (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Sexta-feira, 10 de abril

  • Barranceira – em frente à igreja (das 8h às 11h e das 13h às 16h)
  • Cohab/Mato Alto – em frente à igreja (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Segunda-feira, 13 de abril

  • Centro – em frente ao Mercado Público (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Terça-feira, 14 de abril

  • Centro – em frente ao Mercado Público (das 8h às 11h e das 13h às 16h)

Quarta-feira, 15 de abril

  • Centro – em frente ao Mercado Público (das 8h às 11h e das 13h às 16h)