Foto: Rovena Rosa/ABr

O comércio varejista catarinense fechou 2019 com crescimento de 8,6% no volume de vendas e de 11,5% na receita nominal, na comparação com 2018. É o que apontou a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada nesta quarta-feira (12) pelo IBGE. No mês de dezembro, o setor cresceu 8,4% no volume de vendas, na comparação com o mesmo mês do ano anterior e teve variação nula em relação a novembro. A receita nominal variou 12,3% e 1,3% nas mesmas comparações. Os segmentos que tiveram resultados mais expressivos foram os de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (41,7%); material de construção (12,6%) e veículos, motocicletas, partes e peças (12,2%). Por outro lado, livros, jornais, revistas e papelaria (-9,9%) e tecidos, vestuário e calçados (2,8%) apresentaram desempenho negativo. “A diversificação econômica do Estado equilibra o mercado de trabalho e gera um nível de renda relativamente mais elevado que os demais estados e faz com que o setor apresente um dos maiores crescimentos do País entre os mercados consolidados”, avalia o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt. O varejo brasileiro apresentou números mais tímidos no balanço do ano: alta de 1,8% no volume de vendas e de 5% na receita nominal. Segundo a gerente da pesquisa do IBGE, Isabella Nunes, o comércio ainda não se recuperou totalmente da crise de 2015 e 2016, mas está em seu momento mais elevado desde outubro de 2014.

Uma Rosa para Anita

Os 200 anos do nascimento de Anita Garibaldi está sendo marcado, este ano, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, com a visita da bisneta, Annita Garibaldi a várias cidades. Ele esteve na semana passada no estado vizinho e o roteiro em solo catarinense começa nesta quinta-feira (13), no município que leva o nome da heroína. Dia 14 de fevereiro ela estará em Lages e Curitibanos, passa o fim de semana em Laguna e no dia 17 visita Garopaba e Florianópolis. Em todos estes locais, vai plantar uma muda da Rosa de Anita, flor híbrida criada na Itália em homenagem à catarinense. As ações integram o calendário comemorativo e se estenderá até 2021. A vinda da professora, descendente direta do casal Garibaldi para o Brasil, é organizada pelo Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita), de Laguna.

“[O governo] pode ter falhado, sim, em relação ao desmatamento da Amazônia. Às vezes, as falhas vêm porque não temos uma agilidade na legislação.”

 – Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo e ao site UOL

Vitória O defensor Público estadual, Ralf Zimmer Júnior, que levou adiante o pedido de impeachment do governador Carlos Moisés e outros envolvidos, obteve uma vitória, esta semana, na tese que defende, de que houve irregularidades na equiparação dos salários dos procurados do Estado com os da Alesc concedida pelo governo. O desembargador Pedro Abreu, do Tribunal de Justiça (TJ-SC) reconsiderou a sua decisão e revogou a retroatividade do pagamento dos atrasados de janeiro a setembro de 2019.

Filas do SUS O presidente da Comissão de Saúde da Alesc, deputado Neodi Saretta, solicitou ao Secretário de Estado da Saúde para que seja apurado o motivo da demora na fila de espera de pacientes no Sistema Nacional de Regulação (Sisreg). Saretta disse que a lentidão é constatada, principalmente, nas regiões Meio Oeste e Oeste, onde tem ficado quase estagnada nas áreas de oftalmologia, vascular, renal, ortopedia e otorrinolaringologia. O deputado enfatizou que, em alguns casos, mesmo com o passar do tempo, o paciente está na mesma posição ou mais distante do atendimento.

Ministros militares O general Walter Braga Netto, atual Chefe do Estado-Maior do Exército e que comandou a intervenção no Rio de Janeiro em 2018, foi convidado pelo presidente Jair Bolsonaro a substituir Onyx Lorenzoni na Casa Civil. Onyx deverá ser deslocado para o Ministério da Cidadania, hoje comandado por Osmar Terra. Caso o general aceite, todos os ministros que trabalham dentro do Palácio do Planalto serão de origem militar, informou o jornal Estadão.

Acompanhou O comandante geral da Polícia Militar de Santa Catarina, Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, acompanhou, nesta quarta-feira (12), a audiência pública da Comissão Especial da PEC da Prisão em Segunda Instância, na Câmara Federal, em Brasília. Gomes preside o Conselho Nacional dos Comandantes Gerais (CNCG).


PELO ESTADO, é uma coluna diária produzida pelas jornalistas da rede SCPortais. O conteúdo é compartilhando com mais de 30 veículos e traz assuntos relevantes da política e economia do estado, além de entrevistas com personalidades fortes catarinenses.


As informações e opiniões expressas não refletem o pensamento do Agora Laguna e são de total responsabilidade de seu autor.