Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

Com as obras de restauro e requalificação entregues na última sexta-feira, 31, o Mercado Público voltou a ser procurado pelos lagunenses e turistas, curiosos para ver o resultado dos trabalhos que levaram cinco anos para serem concluídos. Desde o primeiro dia, centenas de pessoas têm passado pelo local.

Se na primeira noite, o público pôde prestigiar a centenária União dos Artistas e depois o grupo A Ousada, acompanhada pelo intérprete da escola de samba carioca São Clemente, no dia seguinte, o momento foi de conhecer e apreciar os artesãos da terra de Anita.

De acordo com a Fundação Lagunense de Cultura (FLC), mais de 450 pessoas assinaram o livro de visitas, porém o número deve ultrapassar os 800 visitantes, já que muitos não registram a lista de presença. “As pessoas estão maravilhadas com o espaço e com a vista da lagoa”, comemora a presidente da fundação, Mirela Honorato.

O grande número de visitantes tem motivado a prefeitura, que estuda a possibilidade ampliar o período de visitação. “Estamos avaliando a ideia de abrir e estender o horário para outros dias”, adiante o prefeito Mauro Candemil (MDB). Reuniões devem ser feitas nesta semana junto com a equipe de servidores da FLC, para discutir a viabilidade da iniciativa.

Até a definição, a parte interna continuará sendo aberta aos sábados, das 14h, às 19h, com as feiras de artesanato ocupando o prédio para exposição dos trabalhos feitos pelos artesãos locais. Outras manifestações culturais e artísticas devem ser realizadas no local, que ganhou deck panorâmico com vista para a lagoa Santo Antônio dos Anjos.

A intenção da FLC é que uma parte da renda obtida pelo aluguel do mercado seja destinada a um edital de chamamento público que ajude a manter as apresentações culturais. A ocupação comercial com os boxes funcionando terá o primeiro passo neste mês com a publicação do edital de licitação, conforme expectativa da administração municipal.

Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna