Divulgação/Casan

Funcionários da agência da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) de Laguna registraram nesta terça-feira, 25, um boletim de ocorrência na Polícia Civil com a denúncia de que houve tentativa de obstrução à operação da Estação Elevatória de Esgoto da empresa no Mar Grosso.

O portão e a porta que dão acesso ao gerador da estação foram arrombados na madrugada. Os vândalos, conforme a denúncia registrada, desarmaram o gerador de energia e desativaram o disjuntor da unidade, que ficou fora de operação. Os funcionários religaram os equipamentos horas após o fato, sem prejuízo à operação feita em Laguna.

A companhia requereu que a polícia investigue se o ato foi vandalismo ou uma tentativa de sabotagem, já que a unidade fica localizada na avenida São Joaquim, distante da concentração de foliões do Carnaval.

Apesar de a estação ter sido desativada por algumas horas, a Casan afirma que o sistema de esgotamento e abastecimento hídrico em Laguna funcionou normalmente sem registro de “anormalidade nos quatro dias de superlotação da cidade”. Como o Portal Agora Laguna adiantou, a companhia montou uma força-tarefa para impedir que cenas como as vistas na virada de ano, com esgoto transbordando, se repetissem.

“Graças ao comprometimento da equipe de Laguna e dos reforços da região ultrapassamos o auge do movimento na cidade sem nenhuma anormalidade operacional em nossos sistemas”, frisa o engenheiro Gilberto Benedet Junior, superintendente da regional Sul da Casan.