Rio Grande do Sul discute projeto do bicentenário de Anita Garibaldi

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 680 visualizações,  4 views today

Uma reunião na manhã desta terça-feira, 21, em Porto Alegre, discutiu o projeto internacional para as comemorações do bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi, considerada Heroína dos Dois Mundos. O encontro discutiu a possibilidade do governo gaúcho apoiar a iniciativa.

A reunião foi acompanhada por prefeitos dos municípios gaúchos que têm relação com a história do casal Garibaldi e também de representantes de parlamentares do Rio Grande do Sul. “As autoridades se prontificaram a levar para suas cidades a proposta de adesão. No Rio Grande do Sul, são 21 municípios por onde Anita passou e construiu sua histórica saga, pois o projeto objetiva que todas essas cidades ingressem no projeto”, diz o diretor do CulturAnita, Adílcio Cadorin, que participou acompanhado das Guardiãs de Anita – a entidade de Laguna é a promotora no Brasil dos eventos relacionados à iniciativa.

No encontro, foi apresentado e detalhado, também, o projeto de reconstrução da embarcação Seival, que testemunhou o início do romance entre Anita e Giuseppe e serviu na República Catarinense e Farroupilha no ano de 1839. A ideia é que a réplica refaça os passos feitos por Giuseppe Garibaldi. O barco deve ficar pronto até julho de 2021.

A ideia é que o Rio Grande do Sul replique a estrutura que já foi montada em Santa Catarina, com a criação de comissões municipais e um colegiado estadual a ser nomeado pelo governador Eduardo Leite (PSDB), para discutir e planejar as ações do projeto naquele estado. Uma nova reunião deve ser marcada entre CulturAnita, cidades e o governo local para discutir a adesão gaúcha.

Reunião é bem avaliada

“Este estado foi palco importante que registrou a epopeia de Anita e de Giuseppe Garibaldi e não poderá ficar ausente dos eventos de 2021”, destaca o historiador Andrea Antonioli, diretor do Museu Renzi, idealizador do projeto na Itália, sobre a reunião realizada nesta terça-feira.

O encontro foi acompanhado pelo cônsul italiano no Rio Grande do Sul, Robberto Bortot, que deu apoio à iniciativa e ao convênio internacional que sendo desenvolvido nos dois estados do Sul do Brasil. “O governo italiano é um dos promotores e está interessado em apoiar de todas as formas possíveis e que estiverem ao seu alcance, a realização das comemorações que deverão acontecer em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul”, afirma.

Divulgação/CulturAnita

Previous
Next