Foto: Divulgação/PMA

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Laguna iniciou a Operação Peixe Declarado nesta semana para fiscalizar a origem dos pescados que estão sendo vendidos em diversos estabelecimentos comerciais.

Segundo a corporação, o principal objetivo é diminuir a pesca ilegal e interromper o comércio que financia a realização desses crimes. Os trabalhos são realizados nas cidades de abrangência da PMA, incluindo Laguna.

Até o momento, o principal destaque fica para um estabelecimento em Garopaba, localizado na praia do Ouvidor, onde os policiais apreenderam quase duas toneladas de pescados, entre eles anchovas, olhete, camarão, tainha, pampo, entre outros, sem a declaração de origem e comprados em período do defeso.

Técnicos da Cidasc, que acompanham a operação, constataram que os pescados não estavam aptos para consumo humano. Os peixes foram destruídos.