Divulgação / Agora Laguna

Para muitos uma desgraça anunciada: ver novamente as famosas bocas de lobo transbordando esgoto em ruas da Praia do Mar Grosso, algo que acabou virando rotina, principalmente durante grande movimentação ou em horários de pico no balneário mais agitado da cidade.

E foi o que aconteceu durante as comemorações da passagem de ano entre a terça-feira, 31 e a manhã desta quarta-feira, 1º. Muitos registros nas redes sociais mostraram o esgoto, principalmente na rua Rubén de Lima Ulysséa, próximo à Praça Nelson Moreira Netto.

Alguns dos comentários disseram que a situação já é até ‘patrimônio’. “O esgoto já faz parte da virada do ano aqui em Laguna. Já é patrimônio da cidade”, disse um internauta. “Se não sair uma foto do esgoto, não é Laguna, vergonhoso”, ironizou outro.

“Enquanto não resolver definitivamente o problema, todo ano vai ser a mesma coisa”, lamentou um terceiro internauta.

Iniciadas em outubro de 2019, as obras do emissário terrestre da bacia A do Mar Grosso, que vai direcionar todo o esgoto captado naquela região para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Vila Vitória, tinham a expectativa de serem entregues antes da temporada, em meados de dezembro, o que não ocorreu.

Leia mais: Casan quer entregar obra do emissário terrestre até o fim de dezembro

A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), em nota, explicou que as estações suportaram o volume de dejetos lançados nas redes. “Nesse trecho a rede entupiu em virtude de muitos materiais jogados na rede cloacal, como papel higiênico que junto com outros materiais vira cimento e com isso acontece esse tipo de entupimento. Nossos caminhões ficaram até as 23h e não conseguiram desobstruir. Vários trechos com bolas de papel higiênico misturadas a óleo das caixas de gordura. Nosso emissário funcionou perfeitamente, único problema foi registrado nesse trecho. […] Infelizmente tivemos esse imprevisto”, informou o chefe da agência da Casan de Laguna, Giovani Pickler.

Divulgação / Agora Laguna

Confira a nota da Casan

Devido a entupimentos na rede de esgoto, a Casan de Laguna registrou na noite do dia 31 extravasamento localizado em um trecho da Rua Rubens de Lima Ulissea, próximo à Praça do Villa.

Durante a operação de desentupimento, realizada com auxílio de dois caminhões hidrovácuo, os técnicos retiraram grande quantidade de materiais sólidos e identificaram a presença de muito óleo de cozinha na rede, que ao esfriar se transformam em grandes pedras de obstrução.

A Casan pede a colaboração de todos para o uso adequado da rede, principalmente nesse momento de alta ocupação da cidade, e informa que as equipes estão concluindo a limpeza da área afetada.