Foto: DIC / Divulgação

A Polícia Civil de Laguna, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC), deflagrou entre quinta, 12, e esta sexta-feira, 13, a ‘Operação Rescaldo’, no objetivo de finalizar as investigações relacionadas ao avanço de uma organização criminosa de origem paulista.

De acordo com os trabalhos da polícia, que culminaram na deflagração de ao menos outras quatro operações, se comprovou que o grupo visava dominar o território de Laguna, especialmente a região conhecida como ‘Malvina’, para isso expulsado moradores e confrontando a facção criminosa de âmbito estadual.

A operação teve por objetivo a finalização das investigações, com o cumprimento de diversos mandados de prisão e de busca e apreensão. Com isso, foram realizados nesse período, o cumprimento de mais quatro mandados de prisões preventivas decretados em desfavor dos investigados, e quatro mandados de busca e apreensão.

Por ocasião das diligências realizadas nesta quinta, foi feito o cumprimento de um mandado de prisão preventiva contra P.M.P., apontado como um dos líderes da referida organização e ainda o cumprimento dos outros três mandados de prisão. Já nesta sexta, foi feita a prisão em flagrante de mais dois indivíduos, que esconderam em suas residências, aproximadamente dois quilos de maconha, dinheiro provenientes do tráfico, balança de precisão, entre outros utensílios destinados à venda.

De acordo com a DIC, a investigação policial encerra com a prisão de 11 pessoas e apreensão de diversos tipos de drogas (maconha, crack e cocaína), armas de fogo (pistola 9mm, revólveres, dentre outros), colete balístico, e outros objetos ilícitos, ocultados e de propriedade da referida organização.