Laguna está mais rubro-negra neste sábado, 23, com a festa feita pelos torcedores do Clube de Regatas Flamengo que comemoram o título da Libertadores da América, conquistado nesta tarde sobre o River Plate, da Argentina, que buscava o bicampeonato seguido da competição.

O “esquenta” para o jogo que quebrou o jejum de 38 anos iniciou na sede do Laguna Moto Clube, no Mar Grosso, onde a torcida oficial do time na cidade, a FLAguna, recebeu os flamenguistas para assistirem a transmissão e torcerem pelo rubro-negro na partida.

Na cidade, diversos outros pontos, como o histórico Bar Everest, no Progresso, também abriram suas portas para os flamenguistas acompanharem o jogo. Outros torcedores preferiram torcer em suas casas. Em diversos bairros, rubro-negros soltaram fogos de artifício.

Após um primeiro tempo de muita aflição, os flamenguistas pularam e comemoram com ênfase a vitória que veio no segundo tempo, de virada. O clima na concentração da FLAguna era de como o de uma final de Copa do Mundo.

O jogo

Disputada no Estádio Monumental, em Lima, capital do Perú, a partida iniciou às 17h (horário de Brasília) e teve seu primeiro gol marcado aos 14 minutos do primeiro tempo. Borré abriu o placar para o time argentino após um fraco cruzamento de Nacho Fernández.

A reação rubro-negra veio no final do segundo tempo, com dois gols do artilheiro da competição, Gabigol (Gabriel Barbosa), marcados entre os 44 e 48 da etapa complementar. O jogador chegou a ser expulso depois de um desentendimento com um jogador platino.

Essa foi a primeira vez que a Conmebol realizou a final em turno único. Até o ano passado, a decisão era realizada em dois jogos.

Caminho até à decisão

Para chegar na final, Flamengo e River Plate fizeram grandes jogos, alguns deles emocionantes.

  • Flamengo: se classificou em 1º do grupo D, com três vitórias, duas derrotas e um empate. Na fase seguinte: eliminou o Emelec (Equador) de pênalti, nas oitavas-de-final; o Internacional, nas quartas; e goleou o Grêmio na semifinal por 5 a 0, depois de ter sido vencido por 1 a 0 no primeiro jogo.
  • River Plate: se classificou em 2º do grupo A, com duas vitórias, quatro empates. Na fase seguinte: eliminou o Cruzeiro, de pênalti, nas oitavas-de-final; o Cerro Porteño (Paraguai), nas quartas; e tirou seu maior rival, o Boca Juniors da final depois de vencer o primeiro jogo por 2 a 0 e perder por 1 a 0 no segundo.

Jejum de 38 anos

O Flamengo não erguia a taça desde 1981, quando venceu o Cobreloa, do Chile, e se sagrou campeão. Naquele mesmo ano, o time ganhou o Carioca e a Copa Intercontinental (equivalente ao Mundial de Clubes atual) vencendo o inglês Liverpool na final por 3 a 0, no Japão.

Números da Libertadores

  • Premiação final: Flamengo receberá US$ 12 milhões por ter sido campeão, e o River, US$ 6 milhões.
  • Artilheiro: Gabigol (Flamengo) com nove gols.
  • Maiores goleadas: Flamengo 6 x 1 San Jose, Bolívia (fase de grupos).