Foto: Polícia Civil / Agora Laguna

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Laguna (DPCo), deu cumprimento a dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela Vara Criminal de Laguna, nesta quarta-feira, 20, em razão de investigação que apura o fornecimento ilegal de anabolizantes.

Até o momento, a investigação em trâmite na Delegacia de Polícia indica que um suspeito, 20 anos, que se autodeclara falsamente bacharel em nutrição pela Universidade Paulista (Unip), estaria praticando atos privativos desta profissão, além de ministrar anabolizantes em seus pacientes nas cidades de Laguna e de Tubarão.

Levando em conta os elementos indiciários formados, a autoridade policial representou pela concessão dos mandados de busca e apreensão em uma residência situada no bairro Mar Grosso em Laguna e outra em Tubarão, no bairro Dehon.

A representação foi deferida pela Vara Criminal da Comarca de Laguna, após manifestação favorável do Ministério Público. Segundo a Polícia Civil, durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão na residência em Laguna, foram encontrados o diploma de bacharelado em nutrição em nome do suspeito, bem como uma caixa com seringas sem agulha. Já em Tubarão, foram apreendidos durante a diligência uma ampola usada do produto “TEST200”, da marca MEDPharma, contendo a substância “testosterone enanthate” (enantato de testosterona), uma caixa de seringas descartáveis e duas caixas de agulhas descartáveis. Todos os objetos apreendidos pela Polícia Civil.

Após o cumprimento das ordens judiciais, os objetos apreendidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia da Comarca de Laguna, onde a investigação prosseguirá a fim de se esclarecerem todos os fatos.

A ação contou com o apoio de policiais civis da DIC de Laguna, da Delegacia do Município de Pescaria Brava e da Polícia Militar de Laguna.