Divulgação/ Instagram

Depois de inúmeras reclamações de fãs que pretendiam ir a um show de funk marcado para o último dia 19 de outubro, na Invictos Pub, no Mar Grosso, pois desejavam ter seus valores dos ingressos reembolsados na íntegra após o cancelamento do evento, como manda a lei, alguns procuraram a reportagem do Portal Agora Laguna, para relatar a demora e a falta de resposta dos organizadores. Leia a matéria clicando aqui.

Em contato com um dos organizadores, Bruno Possamai, disse que todos receberiam até o último domingo, 10, o que acabou não acontecendo. “São em média 40 pessoas que irão receber seus valores até domingo. A casa não tem responsabilidade sobre o ocorrido, pois nós apenas alugamos o espaço”, comentou ele ao portal na sexta-feira, 8. Segundo o organizador, os valores seriam encaminhados aos promoters, que repassariam aos clientes.

Mas, segundo novos relatos, algumas pessoas ainda não viram a cor dos seus dinheiros. “Aguardei como combinado e até agora nada. Vou procurar meus direitos no Procon e registrar um boletim na Polícia Civil, como me foi orientado”, disse uma das clientes lesadas.

“Estou desde o dia 28 cobrando ele, pois quero o reembolso dos quatro ingressos que compramos e ele nem me responde mais. Sábado cobrei ele novamente e me mandou disse que a ordem era até domingo para pagar”, reclama outra jovem.

Também em contato com o Portal, uma das promoters afirma que “o organizador da festa não repassou os valores, ao menos nem mandou uma mensagem”.

O que diz o organizador

Em contato via redes sociais nesta terça-feira, 12, Bruno afirma que as entregas já começaram, mas por conta da grande quantidade de pessoas está ocorrendo os atrasos. “Estamos fazendo os reembolsos, mas é muita gente. O rapaz que faz as devoluções está na rua, então peço que aguardem. A previsão é finalizar hoje [terça-feira]. Faltavam cerca de 20 clientes e 50 pessoas utilizaram o ingresso na Cervejada Universitária e mais 70 no show de MC Dede. Estamos tentando atender todo mundo”, prometeu Possamai.

Em seu perfil nas redes sociais, a casa de shows emitiu mais um comunicado:

Reprodução / Instagram

O que diz a lei

O Procon de Laguna afirma que todos os fãs que se sentiram lesados têm direito ao ressarcimento do valor pago pelo ingresso, como rege o Código de Defesa do Consumidor. Em caso de descumprimento do ressarcimento, o público deve fazer uma queixa formal contra a organizadora do show no órgão.

“As pessoas lesadas devem nos procurar para que possamos formalizar a reclamação e fazer contato com os organizadores. Caso não nos atendam, protocolamos uma Carta de Investigação Preliminar (CIP)”, comenta a coordenadora do Procon da cidade, Laís Coelho.

O órgão funciona de segunda à sexta-feira, das 09h às 17h, no Centro Administrativo Tordesilhas. O telefone para contato é o (48) 3644-0833.