O caso do barco Bagda XII que foi à pique na noite de terça-feira, 22, será investigado pela Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna. A embarcação estava atracada no Porto de Laguna e quase naufragou por completo.

De acordo com o órgão, uma equipe de inspetores navais foi enviada no mesmo dia para o terminal, assim que a informação do quase naufrágio foi repassada à capitania, na manhã de quarta-feira, 23. Os oficiais acompanharam as ações do responsável pela embarcação que “adotou as providências para retirar a água do interior da embarcação e retornar à condição de flutuabilidade”, detalha a Marinha.

O barco estava retido no atracadouro do terminal por determinação da Capitania dos Portos que em fiscalização, verificou que a documentação estava irregular.

Segundo a corporação, um inquérito administrativo será iniciado para apurar as causas do incidente. Os trabalhos de averiguação têm prazo de conclusão previsto para 90 dias.


Atualizado às 8h20, de 25/10/2019.