Foto: Luís Claudio Abreu/Agora Laguna

Dois homens foram condenados pelo Tribunal do Júri pelo homicídio de Gabriel Oliveira da Silva, 16 anos, ocorrido em fevereiro de 2018, no bairro Portinho. A sessão foi realizada na terça-feira, 28, no Fórum da Comarca de Laguna. As investigações foram realizadas pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) da cidade.

O crime aconteceu por ordem dos réus em que um adolescente executou o jovem a tiros, que atingiram a cabeça, pescoço, tronco e membros do dorso. A denúncia que levou ao julgamento, apontou que o motivo do homicídio foi que a vítima teria oferecido arma de fogo e munição a indivíduo integrante de organização criminosa rival.

O réu Luis Fernando Marinho recebeu uma pena de 17 anos, dez meses e 20 dias de reclusão e Jessé Paulo Catarina, a 15 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e mediante dissimulação e corrupção de menores, já que induziram outro adolescente a praticar o crime contra a vítima.

O terceiro envolvido no crime, aguarda recurso da pronúncia no Tribunal de Justiça para ser julgado. (Ação Penal 0001373-73.2018.8.24.0040)

Relembre o caso

Gabriel Oliveira da Silva, com 16 anos na época, foi atingido por três disparos, dois deles na cabeça, durante a madrugada de 16 de fevereiro de 2018, na rua Júlia Maurício, bairro Portinho. Segundo informações da Polícia Militar, a namorada da vítima estava no local, o menor tinha algumas passagens e já era conhecido das guarnições.

Ele chegou a ser encaminhado ao Hospital de Laguna, não resistiu e veio a óbito por volta das 8h10.