Foto: Luís Marques Mossman/Agora Laguna

Depois de ter sofrido uma série de furtos em residências, o Balneário Praia do Sol voltou a entrar no radar da criminalidade. Desta vez, o alvo tem sido os hidrômetros (equipamento usado para medição do consumo de água dos imóveis), principalmente das casas usadas por veranistas.

Desde o começo da última semana, moradores de diversas ruas do bairro começaram a notar os furtos que acontecem entre a noite e a madrugada – o mais recente foi registrado entre sexta-feira, 02 e o amanhecer deste sábado, 03, na Rua dos Corais.

“O pessoal fica com as casas fechadas, mas os hidrômetros seguem funcionando. Os bandidos, em alguns imóveis, fecharam o registro da água, mas em outras quebraram o registro e provocou vazamento nas ruas”, comenta um morador do bairro. De acordo com ele, os equipamentos furtados são os mais antigos, feitos de metal. Os mais novos são produzidos a partir de materiais plásticos.

As vítimas dos furtos já comunicaram a Polícia Civil, que registrou os boletins de ocorrência e deve investigar o caso. À reportagem, o gerente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) de Laguna , Giovani Pickler, informou que houve casos semelhantes no Portinho e Magalhães.

A companha foi avisada e enviou equipes ao local para substituição dos equipamentos furtados. A troca é feita gratuitamente pelos técnicos quando há o registro da ocorrência. Não havendo a comunicação de furto, o morador paga pela colocação do novo hidrômetro.

Foto: Luís Marques Mossman/Agora Laguna