Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) fez terça-feira, 06, a primeira reunião da comissão estadual responsável por organizar as comemorações do bicentenário de nascimento da heroína lagunense Anita Garibaldi. No fim de agosto, serão iniciadas as ações do órgão relativas à data histórica, a ser comemorada em 2021.

O grupo de trabalho foi apresentado ao projeto institucional das comemorações, idealizado no estado pelo Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) de Laguna – na Europa, o Museo Renzi, é o responsável pela promoção. A ação elenca todas as atividades que serão realizadas no Brasil, Uruguai, Itália e República de San Marino.

“É de suma importância [essas comemorações] primeiramente por ela ser uma mulher protagonista de um tempo em que as mulheres não eram protagonistas e por lutar por um Estado melhor naquela época. Penso que às vezes, nós em Santa Catarina, devemos à Anita Garibaldi, não no sentido de cultuar, mas de lembrar a memória de uma mulher que foi tão importante e tão enaltecida na Itália”, defendeu a presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Ana Lúcia Coutinho, em entrevista ao Portal Agora Laguna, quando da realização de videoconferência que uniu Brasil e Itália, na última sexta-feira, 02.

O projeto “Dois mundos e uma rosa para Anita” vai internacionalizar eventos e promover atos de divulgação e promoção da imagem e trajetória da heroína. Segundo a FCC, será criado um roteiro para realização de eventos em comemoração ao bicentenário, sob coordenação do governo estadual.

Uma comitiva de representantes do museu e autoridades italianos devem visitar o estado, em roteiro que inclui Laguna, no fim deste mês, quando se comemoram 198 anos do nascimento de Anita.