Previsão indica frio intenso nos próximos dias em Laguna e risco de ressaca

 796 visualizações,  4 views today

Uma intensa massa de ar polar derruba as temperaturas nos próximos dias em todo o estado de Santa Catarina. De acordo com a Epagri/Ciram, até o próximo domingo, 07, as temperaturas mínimas ficam entre 0 a 10 graus, com condições para geada apenas de forma pontual.

Em Laguna, a temperatura máxima será de 15 graus, com mínima na casa dos 4 graus, nesta quinta-feira, 04. Nas regiões do Litoral Sul, Grande Florianópolis Litorânea, Baixo/Médio Vale do Itajaí e Litoral Norte, as temperaturas mínimas ficam entre 0 a 10°C, com condições para geada apenas de forma pontual.

A Defesa Civil do estado emitiu um alerta para as rodovias serranas, onde as condições são favoráveis para formação de gelo na pista, principalmente na sexta e sábado, nas horas mais frias do dia.

Entre sexta e sábado a sensação térmica fica entre -2 à -6°C em grande parte do estado durante o amanhecer, podendo chegar até -8°C em áreas mais elevadas do Planalto Sul e Meio Oeste. O final de semana segue com tempo aberto e frio intenso, com condições para geada forte e ampla. A semana ainda começa gelada, entanto o frio enfraquece gradualmente.

Ainda de acordo com a Epagri/Ciram, o mar agitado pode provocar ressaca no litoral, principalmente entre Passo de Torres e Florianópolis, com picos de onda de 2,0 a 3,0 m. No decorrer da sexta-feira e início do sábado (05 e 06/07), mar muito agitado a grosso com picos de onda de 4,0 m, devido a intensificação do vento com rajadas de 60 a 70 km/h. Condição desfavorável para a navegação de pequenas e médias embarcações.

A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM),emitiu um boletim de alerta sobre a passagem de uma frente fria pelo oceano, podendo provocar agitação marítima com ondas de direção Sudoeste a Sul entre 3,0 e 4,0 metros de altura, entre o litoral do estado de Santa Catarina, ao norte de Laguna e o litoral do Rio de Janeiro, ao sul de Arraial do Cabo, entre o dia 3 à noite e o dia 6 pela manhã.

Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

Mais detalhes:

Quarta-feira (03/07):
Tempo: no sul de SC, predomínio de sol. Nas demais regiões, chuva fraca, melhorando no oeste do estado a partir da manhã. No norte de SC, melhora do tempo no decorrer do dia.
Temperatura: em declínio acentuado no decorrer do dia. Mínima ocorre à noite.
Vento: sudoeste a sul, moderado com rajadas fortes no Planalto Sul e Litoral.
Sistema: frente fria se se afasta de SC, seguida de uma intensa massa de ar polar.

Quinta-feira (04/07):
Tempo: seco com predomínio de sol em SC. No Planalto Norte e Litoral Norte, chance de chuva fraca no início do dia.
Temperatura: baixa, com mínima próxima de 0°C e negativa nas áreas altas do estado, com formação de geada ampla.
Vento: sudoeste a sul, fraco a moderado com rajadas mais intensas no Litoral, no início do dia.
Sistema: intensa massa de ar polar no Sul do Brasil.

Sexta-feira (05/07):
Tempo: sol com aumento de nuvens em SC, exceto no Planalto Norte e Litoral Norte, onde o tempo fica mais seco e mais aberto.
Temperatura: baixa, com mínima próxima de 0°C e negativa nas áreas altas do estado, com formação de geada ampla. À noite, a temperatura baixa e o aumento da umidade do ar favorecem a condição de neve nas áreas altas do Planalto Sul.
Vento: sudoeste a sul, fraco a moderado.

Sábado (06/07):
Tempo: seco com predomínio de sol em todas as regiões. No Planalto Sul, chance de chuva fraca no início do dia.
Temperatura: baixa, com mínima próxima de 0°C e negativa nas áreas altas do estado. No Planalto Sul, permanece a condição de neve na madrugada. Nas demais regiões, persiste a condição de geada.
Vento: sudoeste, fraco a moderado com rajadas fortes no Litoral.

Domingo (07/07):
Tempo: seco e ensolarado.
Temperatura: baixa, com mínima próxima de 0°C e negativa nas áreas altas do estado, com formação de geada ampla.
Vento: sudeste virando para nordeste, fraco a moderado.

Recomendações da Defesa Civil

Frio intenso: atenção com população mais vulnerável, como enfermos, moradores de rua, idosos e crianças. Além disso, abrigar animais domésticos nas noites mais frias. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, em virtude das doenças causadas pelo frio (gripe, resfriados, pneumonia, meningite) é essencial tomar medidas simples como manter-se bem agasalhado, beber bastante água e evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além da higiene freqüente das mãos. Essas medidas são de grande valia na prevenção destas doenças, ressaltando que crianças e pessoas idosas são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio e devem estar mais atentas.

Geada: agricultores deverão tomar medidas preventivas.

Gelo na pista: cuidado ao trafegar em rodovias nas áreas serranas, evite acelerar e desacelerar bruscamente, mantenha uma distância segura do carro a sua frente e tente antecipar a necessidade de parar o carro para evitar usar os freios.