Foto: PRF PR

Uma mulher de 36 anos foi presa em flagrante na tarde desta quinta-feira, 13 em Alto Paraíso, na região noroeste do Paraná, transportando 1.841 quilos de maconha em um ônibus, que tinha placas de Laguna. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a prisão. A droga estava escondida em compartimentos ocultos de um ônibus, abordado na BR-487, em frente à Unidade Operacional Porto Camargo.

O ônibus já pertenceu a frota da empresa que faz o transporte coletivo em Laguna. “Ele já pertenceu a nossa empresa, mas já não é mais nosso faz tempo. Já está transferido há muito tempo e provavelmente alguém não trocou a tarjeta da placa”, comenta Cláudia Bonazza, que responde pela Lagunatur.

A apreensão foi a maior registrada este ano pela PRF no estado. A condutora já tinha outras três passagens criminais, segundo a PRF.  Os policias desconfiaram da condutora e realizaram a abordagem do ônibus.

As drogas estavam divididas em vários tabletes escondidos em compartimentos do veículo. Em nota a PRF afirmou que a condutora disse que saiu de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul e pretendia levar o veículo e a carga ilícita até Marília, São Paulo.

A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Civil (PC) em Xambrê. A mulher, além de responder por tráfico de drogas, será multada por conduzir sem habilitação da categoria correspondente.

Reincidente

Com residência declarada em Estrela do Norte (SP), a mesma mulher já havia sido presa ao menos outras duas vezes, também por tráfico de drogas.

Em março de 2011, ela foi detida pela própria PRF transportando 42,8 quilos de maconha, na companhia do marido, na BR-101, em Biguaçu (SC).

Em janeiro de 2012, agentes da Polícia Federal flagraram a mulher com 19,4 quilos de maconha, três quilos de haxixe, 11,3 quilos de pasta base de cocaína e 3,2 quilos de cloridrato de cocaína, em Teodoro Sampaio (SP).

Nessas duas outras ocorrências, as drogas também eram transportadas em compartimentos ocultos de veículos.

Com informações da PRF.