O atendimento de perícias médicas em Laguna na Agência da Presidência Social (APS) deve ser mantido até o dia 31 de agosto. A data foi definida em encontro na sede da gerência regional do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Criciúma, realizado nesta quarta-feira, 10.

“Foram duas horas de reunião, considero exitosa, ficou deliberado que a gerência vai pleitear o atendimento até agosto e até lá, buscaremos meios para trazer mais servidores e manter o atendimento em Laguna”, afirma o advogado Leandro Schiefler Bento, presidente da OAB na cidade. Segundo ele, ainda nesta tarde a gerência deve fazer contato com a superintendência do INSS em Santa Catarina, para reaver a decisão de transferir as perícias para Capivari de Baixo.

A necessidade de reforma estrutural no prédio que sedia a agência da cidade, solicitada pelos peritos médicos, conforme acordado, será pleiteada pelos representes das entidades e poderes políticos. A edificação, segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), é tombada, mas pode sofrer alterações.

“Embora tenha as dimensões necessárias para atendimento, ali não possui rota de fuga para caso haja necessidade e isso deve ser discutido com as equipes técnicas”, comenta o prefeito Mauro Candemil, que adiantou a possibilidade de doação de terreno para construção de um prédio próprio para a agência.

Até a realização do encontro, conforme o órgão previdenciário, a data final de oferta das perícias na agência de Laguna, seria 15 de abril, conforme nota enviada pela assessoria do INSS. Uma nova reunião após 31 de agosto deve definir outros rumos para a situação da APS da cidade.

Divulgação/Agora Laguna