Foto: Reprodução/TV Globo Minas

Pai e filho morreram após um acidente de caminhão na noite de quinta-feira, 18, em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. As vítimas foram identificadas como Luiz Martinho Santos Pacheco, 26 anos, e Maiki Pacheco, de cinco anos, ambos naturais de Laguna e que faziam uma viagem rumo à Betim, também no estado mineiro.

Conforme a Polícia Militar de Minas Gerais (PM), o condutor do caminhão baú, carregado de produtos de limpeza, perdeu a direção em um declive e caiu em um córrego na rua Marcelo Franco, bairro Ribeiro de Abreu. Outras três crianças com idades entre três e quatro anos, estavam na cabine do veículo e foram encaminhadas ao hospital João XXIII, com ferimentos leves.

“Muito provavelmente a cabine foi esmagada com o choque”, explicou o tenente do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Júlio Brant, ao portal G1 Minas. De acordo com a rádio Itatiaia, Luiz estava em viagem de trabalho e levaria os filhos para conhecer a bisavó que mora na cidade de Betim.

A suspeita das autoridades de Minas Gerais é de que o sistema de freios do caminhão tenha apresentado falha, provocando o acidente. O veículo foi retirado na manhã de sexta-feira, 19. Conforme alguns familiares informaram, os corpos estão sendo trazidos para Laguna, onde devem ser velados e sepultados.

A criança estudava no Centro de Educação Infantil Pequeno Cisne, no bairro Portinho. Em nota divulgada no fim da tarde deste sábado, 20, a prefeitura de Laguna se solidarizou com a família e amigos.


Atualizado às 18h20