Foto: Polícia Civil/Agora Laguna

Uma operação foi deflagrada na manhã desta quinta-feira, 14, pela Polícia Civil de Imbituba para coletar provas contra uma organização criminosa atuante na cidade litorânea e com presença em outros municípios catarinenses. Os trabalhos contaram com o apoio da delegacia civil de Garopaba e da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Laguna, além da cooperação da Polícia Militar (PM).

Envolvendo cerca de 50 policiais civis e militares, a operação cumpriu nove mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Imbituba. Os alvos das medidas estão localizados em Vila Nova Alvorada, Nova Brasília, Alto Arroio e Ibiraquera/Praia do Rosa, em Imbituba; e em Nova Fazenda, no interior de Laguna.

“As investigações se iniciaram após uma prisão em flagrante ocorrida no início de novembro de 2018, ocasião em que foi preso um integrante da organização criminosa na posse de significativa quantidade de substância entorpecente (mais de 21 mil micropontos de LSD)”, diz Juliano Baesso, delegado de polícia de Imbituba. Segundo Baesso, com o apoio do setor de inteligência da PM, foi possível identificar vários outros indivíduos que seriam integrantes ou manteriam ligação ilícita com a mesma organização criminosa.

A Polícia Civil informou que foram conduzidos à delegacia de Imbituba, quatro homens, uma mulher e um adolescente para os procedimentos cabíveis. Os policiais apreenderam drogas como: maconha, ecstasy e cocaína, além de vários utensílios utilizados na prática do crime de tráfico de drogas, e ainda, celulares, dinheiro, eletrônicos e vários documentos que confirmam a prática do crime de organização criminosa, validando as provas já existentes.