Divulgação

A prefeitura de Laguna anunciou nesta semana a deflagração de uma nova fase da operação Lacre Ambiental, iniciada há mais de trinta dias na praia do Mar Grosso. Denominada Pente Fino, os trabalhos estão concentrados na região da praça Nelson Moreira Netto (praça do Villa) e começaram nesta quarta-feira, 13, após a finalização de manutenção da Secretaria de Obras em caixas de inspeção e pavimentação de trecho na rua René Rollin.

O espaço foi aberto para limpeza por meio de hidrojato da rede de drenagem pluvial, como parte da Lacre Ambiental. A higienização pelo mesmo método foi feita na Rua Paulo Querino, também nestas proximidades. Diz a prefeitura que na via foi necessário trocar toda a tubulação da rede e a desobstrução das ligações pluviais, que estavam prejudicadas em quase sua totalidade. O pavimento da via também já foi recolocado.

As vistorias entraram numa nova fase nessa última semana, chamada de Operação Pente Fino. “É uma fase da Operação Lacre Ambiental, mais detalhada, onde estamos vistoriando item por item de todos os prédios em conjunto com a Casan e Vigilância Sanitária”, explica a bióloga da Flama, Aline Trichês.

Na quarta, novos prédios foram notificados e outro foi multado na terça já durante a Operação Pente Fino. Este edifício autuado estava com a rede de esgoto ligada diretamente no emissário submarino, sem fossa, filtro e caixa de gordura. A irregularidade é caracterizada como crime ambiental. “Estes itens são necessários como um pré tratamento para ligação na rede do emissário submarino. Se fosse ligada na Estação de Tratamento de Esgoto seria necessária somente a caixa de gordura”, explica a fiscal ambiental, Caroline Kons.