Foto: Elvis Palma/Agora Laguna

Visando a continuidade dos trabalhos de fiscalização nas áreas de pesca do complexo lagunar, a Polícia Militar Ambiental de Laguna esteve reunida no começo da semana junto da Udesc, Marinha do Brasil, Secretaria de Pesca e Agricultura, Instituto Boto Flipper e representantes da Apa da Baleia Franca.

Foram realizadas uma avaliação das atividades executadas em 2018, em especial sobre as ações fiscalizatórias fazendo cumprir a legislação municipal vigente que proíbe a pesca com rede de emalhe na lagoa Santo Antônio dos Anjos e rio Tubarão.

Diante das informações repassadas pela equipe técnica da Udesc sobre o primeiro boto encontrado morto na cidade, ficaram encaminhadas que novas ações serão aplicadas e intensificadas, de maneira preventiva, por meio da educação ambiental e até mesmo a repressão na forma da lei.