Divulgação

A Câmara de Vereadores de Laguna, em recesso desde o dia 18 de dezembro, divulgou o relatório das atividades legislativas de 2018, com dados quantitativos sobre as matérias debatidas no plenário e votadas nas sessões realizadas neste ano.

Ao todo, entre leis, decretos e requerimentos, 687 proposições foram discutidas, sendo que apenas duas matérias, protocoladas após o último encontro do legislativo, seguem na pauta para 2019. Veja os dados no fim da matéria.

Metas para 2019

Os vereadores se reúnem pela primeira vez no novo ano para fazer a posse da mesa diretora eleita recentemente e que comandará os destinos do legislativo até 2020. Reeleito presidente da casa, o vereador Cleosmar Fernandes (MDB), traça como meta para o próximo ano a construção de um anexo à atual sede da câmara.

“Temos a consciência que devemos melhorar a infraestrutura do parlamento, inclusive acessibilidade a população, seja física ou de maneira virtual, através das redes sociais e modernização do sistema”, salienta.

Ao avaliar o ano que termina, Fernandes aponta que o destaque em 2018 foi a diminuição das despesas públicas, como a extinção do telefone pago pelo legislativo, redução das diárias e a dispensa de carro alugado.

Veja os dados em resumo: