Divulgação

A quantidade de praças de pedágios no trecho sul da BR-101 e os valores cobrados, foram mais uma vez discutidos nesta segunda-feira, 19, em Florianópolis.

Essas audiências públicas ainda irão ocorrer até o dia 28 de novembro com o objetivo de receber sugestões e contribuições referentes ao Programa de Exploração da Rodovia e aos Estudos de Viabilidade, para concessão da BR-101, no trecho entre Paulo Lopes e São João do Sul.

O prefeito de Laguna, Mauro Vargas Candemil, esteve participando da reunião e  disse  que “com relação a quantidade de praças, essa discussão ainda vai avançar muito. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) tem defendido quatro praças de pedágios, para que o custo seja mais barato”.

A intenção da ANTT é instalar praças em Laguna (km 298), Tubarão (km 346), Araranguá (km 408) e São João do Sul (km 460). “Se realmente tivermos praças aqui, temos defendido que as marginais da BR-101 aqui no nosso trecho, sejam todas concluídas, a construção de uma rótula no futuro acesso norte, via Barbacena, discutimos ainda a quantidade de passarelas, pois entre Itapirubá e a Ponte Anita Garibaldi não temos nenhuma, principalmente na comunidade de Bentos e Estreito e ainda defendemos que a iluminação de todo o trecho seja adicionada ainda a Ponte Anita Garibaldi para ser incluída também no preço do pedágio”, finaliza.

Além de Mauro, outros prefeitos de várias cidades impactadas pelos futuros pedágios e representantes de entidades participaram da reunião técnica com os representantes do governo federal.

Ouça: Prefeito Mauro Candemil fala sobre reunião acerca de pedágios