DNIT expande ações de Comunicação Social na BR-101 Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 44 visualizações,  4 views today

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/SC) expande as ações de Comunicação Social em bairros lindeiros da BR-101 Sul catarinense. Nesta segunda-feira, 19, a autarquia fez a divulgação de cuidados quanto ao avanço das Obras Complementares, cuidados no tráfego por vias lindeiras e os riscos de animais em pastoreio em taludes, canteiros e bordos das pistas duplicadas. As ações são feitas em Laguna e Capivari de Baixo e são executadas pelo Consórcio Concremat-Tecnosolo (Gestora Ambiental).

Na comunidade de Caputera, em Laguna, os agentes de Comunicação Social do Consórcio distribuíram conteúdo sobre cuidados durante o tempo de obras, com atenção para a circulação de equipamentos e trabalhadores – principalmente os caminhões basculantes – em peças de publicidade informativa, feitas em cartazes. Também foram distribuídas informações sobre o número de telefone para atendimento das demandas dos usuários e moradores lindeiros quanto às demandas por informações sobre o empreendimento.

A comunidade é lindeira do lote de Obras Complementares, onde o acesso ao aglomerado urbano marca o início da construção, próximo da frente de obras alocada no km 306,3 da rodovia federal. Os agentes de Comunicação Social do consórcio também colhem sugestões, dúvidas, reclamações ou melhorias para o projeto construtivo, feito por moradores, como detalhes sobre a construção ou a ligação por pista entre a comunidade e a BR-101 Sul.

Na Vila Flor e Bandeirantes, bairros de Capivari de Baixo próximos ao km 325 e km 326 da rodovia federal, a equipe de Comunicação do DNIT/Consórcio faz ações para alerta e sensibilização dos riscos oferecidos por animais de grande porte em pastoreio próximos das pistas duplicadas. A sensibilização das comunidades é focada na distribuição de material impresso com informações de segurança e o tratamento direto com proprietários de bovinos, equinos e caprinos encontrados em área de taludes, canteiro central e vias laterais, no segmento

A amarra de animais de grande porte para que possam pastar sobre a gramínea plantada na BR-101 Sul – e usada para conter erosões, é propensa causadora de acidentes, tendo em vista a fragilidade das amarras feitas para contê-los. A ocupação das Faixas de Domínio e Não-Edificantes da BR-101 Sul é proibida, seja feita por pessoas, animais, propagandas ou construções. A circulação de animais de tração em vias públicas, servindo de condução, é assegurado pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Mas, para isso, os usuários desse tipo de transporte devem atentar e respeitar os artigos que o regulamenta, a fim de evitar problemas na movimentação de veículos e pedestres.

Notícias Relacionadas