Foto: Henrique Rebouças/Arquivo Pessoal/Divulgação

A pesca do camarão nas lagoas Camacho, Garopaba do Sul, Imaruí, Mirim, Santa Marta, Santo Antônio, outras lagoas marginais e afluentes, será liberada na sexta-feira, 16. O período de defeso para a reprodução da espécie, abundante na região do complexo lagunar, termina nesta quinta-feira, 15.

A proteção iniciou no dia 15 de julho e visa garantir que os processos de procriação e crescimento do crustáceo não sejam interrompidos. Entre os meses de junho e novembro é registrado o aumento na quantidade de camarões ‘jovens’, que não chegaram à idade reprodutiva.

O defeso foi instituído pela instrução normativa nº 163/2007, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Conforme a legislação, neste período qualquer ‘petrecho’ que esteja sendo utilizada na pesca da espécie deve ser apreendida pela autoridade ambiental, assim como os animais capturados.

Nas últimas semanas, mesmo com a proibição, houve registro de apreensões pela Polícia Militar Ambiental no complexo lagunar. O mais recente deles aconteceu segunda-feira, 12, em que redes foram retiradas das águas pelos policiais.

A captura do camarão estará liberada até o próximo período de defeso em julho de 2019.