A mulher agredida pelo ex-companheiro em Barbacena, há uma semana, teve a morte cerebral confirmada pelo Instituto Médico Legal de Tubarão, na manhã desta terça, 23. Camila Silva Alves, 29 anos, estava internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição, na cidade azul, desde a noite em que sofreu as agressões.

O sepultamento acontece na quarta, 24, no cemitério da Cruz, partindo da capela mortuária da igreja Nossa Senhora Auxiliadora, às 8h. Camila deixa três filhas. Segundo informações, a família optou pela doação dos órgãos dela.

Relembre

Na última terça, 16, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar de Laguna foram acionados para atender à uma chamada de violência doméstica, posteriormente tratada como tentativa de homicídio, em Barbacena, Laguna. No local encontraram Camila, caída no chão, inconsciente, apresentando ferimentos na cabeça e nos braços.

Ela apresentava sinais de ter sofrido traumatismo crânio-encefálico e foi encaminhada, primeiramente, ao Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna, e posteriormente para Tubarão. A morte dela foi constada ainda na tarde de segunda, 22, mas a confirmação oficial foi feita após testes de monitoramento da atividade do cérebro.

O agressor foi localizado pelos policiais, durante rondas ainda no mesmo dia. Ele havia se escondido em um rancho na casa dos pais dele. O homem foi transferido para a penitenciária de Criciúma. Conforme informações do delegado Franco Reginatto, da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, de Laguna, o rapaz já possuía passagens pela polícia.

Matéria atualizada em 23/10/2018 às 23h.

Foto: Reprodução/Redes Sociais