Divulgação

Os agentes da Guarda Municipal de Laguna (GML), que estão em estado de greve desde o dia 05 de outubro, voltarão às ruas a partir de terça, 16. A informação foi passada pela corregedora da instituição, Paula Fernandes, após reuniões entre os profissionais e o governo municipal. Outras conversas entre a entidade e a municipalidade devem acontecer em breve.

A GML vai retornar à auxiliar nos trabalhos do estacionamento rotativo em vigor há quinze dias, com média de cem carros por dia, atendidos por cada monitor. Somente nesta segunda, 15, foram 240 veículos, apenas na rua Gustavo Richard.

Maior dúvida é sobre o preço, diz corregedora

Com duas horas limite, os dados nessas duas semana mostram que apenas dez condutores ultrapassaram o tempo permitido pelo rotativo, sendo autuados pelos profissionais. O prazo de permanência é o mesmo, inclusive, para idosos e deficientes com carteira especial, estando ou não em vaga preferencial. “70% da população já está ciente e respeitam o horário estabelecido, mas ainda tem uns 30% que precisam ter a atenção chamada”, explica Fernandes.

Apesar de as placas informarem da gratuidade, os motoristas ainda têm dúvidas sobre o valor do estacionamento. Até dezembro, prazo final previsto da fase piloto, não haverá cobrança no sistema rotativo. Segundo a corregedora ainda não há ideias de valores e já estão sendo analisadas as planilhas encaminhadas pelos quinze monitores do serviço.

Mais ruas serão incluídas no sistema

O estacionamento rotativo deverá contar em breve com mais três ruas que circundam a praça Vidal Ramos. Conforme a prefeitura de Laguna, o decreto de acréscimo deverá ser divulgado nos próximos dias.

O horário de funcionamento do estacionamento rotativo é de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados das 8h ao meio-dia.