Foto: ABr/Divulgação

Os brasileiros foram novamente às urnas neste domingo, 28, para escolherem o novo presidente da república e em alguns estados, como Santa Catarina, optaram também pelo novo governador.

A apuração em Laguna, terceira cidade mais antiga do estado, terminou pouco depois das 19h15, conforme a mais recente atualização do cartório eleitoral nos sistemas de contagem do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC).

   

Segundo os dados da corte, o município que tem 34.824 eleitores, teve o comparecimento de 27.206 votantes (78,19%) e abstenção de 7.589 (21,81%).

Presidente da República

Os dados da votação lagunense para o novo presidente da república terminaram assim:

Reprodução/TSE

Destes números, apenas 25.040 são votos válidos (92,04%). Para a presidência, foram 555 votos em branco (2,04%) e 1.611 nulos (5,92%), esses números não são levados em conta na totalização final.

À nível nacional, somando as votações das vinte e sete unidades federativas, mais os brasileiros que vivem no exterior, foi eleito o candidato Jair Bolsonaro, do Partido Social Liberal (PSL).

Os dados mais atualizados, com 99,99% das urnas apuradas, até as 23h55, de domingo, apontavam Bolsonaro com 57.797.259 (55,13%) e Fernando Haddad (PT) com 47.039.717 (44,87%).

Governador do Estado

O futuro do governo catarinense também esteve em jogo nesse segundo turno. Para o governo, os lagunenses votaram assim:

Reprodução/TSE

Votos válidos para governador somaram 24.028 (88,32%). Brancos e nulos, respectivamente 829 (3,05%) e 2.349 (8,63%), estes não são considerados na contagem final dos votos.

Em toda Santa Catarina, a maioria dos catarinenses optaram pelo nome de Carlos Moisés da Silva, também do PSL, que assume o governo barriga-verde pelos próximos quatro anos a partir de 1º de janeiro de 2019.

Os resultados gerais no Estado, com 100% das urnas apuradas os dados finais mostravam: Moisés com 2.644.179 (71,09%) e Gelson Merísio (PSD), com 1.075.242 (28,91%).

Atualizado às 23h55, de 28/10/2018.